6/14/2013

ESTRADA DO ARROZ: OBRA COMEÇA EM 150 DIAS, GARANTE SECRETÁRIO. Madeira garantiu asfaltamento das ruas do distrito de Coquelândia e a melhoria da estrada até o início das obras de asfaltamento




VENCIDAS TODAS AS ETAPAS LEGAIS ( PROJETO, LICITAÇÃO, ASSINATURA DE CONTRATO) OBRA DEVE COMEÇAR EM 150 DIAS, GARANTIU O SECRETÁRIO.

A APRESENTAÇÃO DO PROJETO ACONTECEU NA MANHÃ DE  ONTEM  NO POVOADO COQUELÂNDIA E CONTOU COM A PRESENÇA DE DIVERSAS AUTORIDADES, TAIS COMO O SECRETÁRIO DE ESTADO DA INFRAESTRTURA LUÍS FERNANDO, O PREFEITO MADEIRA, OS VEREADORES HAMILTON MIRANDA, FIDELIS UCHOA, PIMENTEL, ANTÔNIO JOSÉ, CHIQUUINHO DA DIFERRO, ZÉ DA FARMÁCIA E TEREZINHA SOARES,  OS DEPUTADOS LEO CUNHA, ANTÔNIO PEREIRA E ANTÔNIO DE PÁDUA ALÉM  E LIDERANÇAS CAMPONESAS.


Luís Fernando apresenta projeto da obra
de asfaltamento da Estrada do Arroz

A solenidade de exposição do projeto da obra de pavimentação da “Estrada do Arroz”, a MA-123, que interligará Imperatriz a Cidelândia, com 64 km de extensão, aconteceu na manhã dessa quinta-feira (13) no salão paroquial da igreja católica no povoado Coquelândia – a 38 km da sede de Imperatriz.

O projeto foi apresentado pelo secretário de Estado da Infraestrutura (Sinfra), Luís Fernando Silva, que estava acompanhado do secretário de Estado da Agricultura, Cláudio Azevedo; do prefeito Sebastião Madeira (Imperatriz); dos deputados estaduais Dr. Pádua, Léo Cunha e Antônio Pereira; do presidente da Câmara de Vereadores, Hamilton Miranda; prefeitos, vereadores e demais lideranças políticas e comunitárias da região Tocantina.

O prefeito Madeira assinalou que a concepção da obra foi autorizada pela governadora Roseana Sarney por intermédio do secretário Luís Fernando que garantiu os recursos para execução da pavimentação asfáltica da “Estrada do Arroz”. “Essa é uma obra grande, pois o secretário veio para detalhar esse projeto e cada etapa dele – o asfaltamento da Estrada do Arroz”, disse.

Madeira garantiu que fiscalizará juntamente com a sociedade civil a execução passo a passo da obra de asfaltamento da Estrada do Arroz, pois entende que esse é um sonho que se arrasta durante décadas e observa que os serviços precisam ser de qualidade para garantir durabilidade e segurança à comunidade da zona rural de Imperatriz. “Essa obra tem que ser de ótima qualidade, pois daqui pra frente é outra história, visto que, essa região está bombando e vai bombar ainda mais”, afirmou.

O prefeito assegurou que “antes de terminar esse segundo mandato irá pavimentar todas as ruas do distrito de Coquelândia, valorizando os imóveis e melhorando a qualidade de vida dos moradores da zona rural de Imperatriz”. “Já conversei também com o secretário Roberto Alencar (Infraestrutura) que deslocará máquinas para melhorar a estrada até que chegue o asfalto”, reforçou.

O secretário Luís Fernando, ex-prefeito de São José de Ribamar, disse que saiu da prefeitura para ir trabalhar com a governadora Roseana Sarney com a missão de elaborar juntamente com os outros secretários um programa de desenvolvimento para o Maranhão.

“O projeto é denominado ‘Viva Maranhão’ e beneficia praticamente todo estado, com ênfase ao setor da infraestrutura com a pavimentação de rodovia, mobilidade urbana, construção de aeroportos, da segurança pública, da educação, e da administração penitenciária”, declarou.

Ele disse que esteve no Banco Nacional de Desenvolvimento Social (BNDES) e conseguiu viabilizar recursos na ordem de R$ 1 bilhão (primeira etapa) para dinamizar os projetos elaborados para o “Viva Maranhão”. “A governadora determinou que a prioridade é interligar todas as sedes dos municípios do estado com asfalto; faltam apenas 14 que serão ligados ainda nessa gestão da governadora Roseana Sarney”, anunciou.


O secretário Luís Fernando reiterou o compromisso da governadora Roseana Sarney que priorizou a obra de pavimentação da “Estrada do Arroz”, em Imperatriz, e o “Anel da Soja”, na região de Balsas. “Essa obra é um sonho antigo da comunidade, mas que daqui a cinco ou seis meses, serão iniciados os serviços de pavimentação, logo após a conclusão do processo de licitação”, concluiu.