10/18/2018

PF do Maranhão deflagra Operação Sermão aos Peixes e cumpre mandado em Goiânia



Duas fases da operação estão sendo cumpridas simultaneamente. As investigações apuram o desvio de dinheiro da saúde estadual e o vazamento de informações privilegiadas

DO MAIS GOIÁS

A Polícia Federal do Maranhão deflagrou, na manhã desta quinta-feira (18), duas fases da Operação Sermão aos Peixes, de forma simultânea: a Peixe de Tobias, na 6º fase, e a Abscondito II, na 7º fase. Estão sendo cumpridos no total 19 mandados de busca e apreensão, oito mandados de prisão temporária e um mandado de prisão preventiva nas cidades de São Luís e Imperatriz, no Maranhão, em Parauapebas, no Pará, em Palmas, no Tocantins, além de Brasília e Goiânia, no Centro-Oeste do país.Também foi determinado o bloqueio judicial e sequestro de bens num valor que supera R$15 milhões.
No decorrer das investigações da Operação Peixe de Tobias, foram coletados diversos indícios no sentido de que, entre os anos de 2011 a 2013, aproximadamente de dois milhões de reais destinados ao sistema de saúde estadual, teriam sido desviados para uma empresa sediada na cidade de Imperatriz (MA), tendo ocorrido o pagamento de valores mensais a blogueiros. A PF apura as circunstâncias do fato.
Nas investigações da operação Abscondito II, a PF apura o vazamento da primeira fase da Operação Sermão aos Peixes reunindo elementos indicadores de que membros da organização criminosa  atuaram para cooptar servidores públicos de modo a obter informações privilegiadas sobre a investigação. A PF ainda ressaltou que existem indicativos da destruição e ocultação de provas por parte da quadrilha.
Além disso, violando medidas cautelares impostas pelo Tribunal Regional Federal da 1ª Região, um dos investigados teria dilapidado seu patrimônio e transferido seus bens para terceiros visando impedir que fosse decretada a perda dos bens.
Os investigados poderão responder, na medida de suas responsabilidades, pelos crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa, dentre outros que possam ainda ser apurados.

Após os procedimentos legais, os presos serão encaminhados ao sistema penitenciário estadual, onde permanecerão à disposição da Justiça Federal

Musical “Princesas da Disney” é apresentado em Imperatriz




O evento faz parte das comemorações do mês das crianças do Imperial Shopping

Nesta sexta-feira (19), as pequenas bailarinas do Espaço de Danças Sumaya Eva apresentam o musical “Princesas da Disney”, na praça de eventos do Imperial Shopping, às 18 horas. Cerca de 30 alunos performam coreografias desenvolvidas pelos professores da instituição.

As princesas escolhidas para ganharem vida com as bailarinas vão desde as primeiras criações de Walt Disney como Branca de Neve, Cinderela e Rapunzel, até as personagens contemporâneas que encantam as crianças da nova geração como Elza, Ana e Moana. O espetáculo tem uma duração média de 30 minutos.

Além das alunas do espaço, também participam da apresentação duas personagens em parceria com o Mundo Encantado Produções. Todas as performances são de ballet clássico e fazem parte das homenagens ao mês da criança realizado todos os anos pelo Imperial Shopping.

Da Assessoria de Imprensa

10/12/2018

EM NOTA ROBERTO ROCHA DECLARA APOIO A BOLSONARO



EI-LA

Vem de um dos grandes pensadores da esquerda, Antonio Gramsci, a famosa frase que diz: “a crise consiste precisamente no fato de que o velho está morrendo e o novo ainda não pode nascer”.

O Brasil vive essa transição, para tempos ainda incertos. Mas a população já deu uma demonstração de que não aceita que o velho continue dominando a política.

Como querer que o líder de um partido comande os destinos da nação, de dentro da prisão? Como esperar que esse partido eleja os chefes dos três poderes? Esse foi o triste legado do PT, que ainda acena com brilhantes conquistas sociais, mas é incapaz de fazer uma simples autocrítica sobre os escândalos que envergonharam o País.

Nossa democracia passará o teste decisivo sobre sua solidez. Temos instituições e mecanismos para que prevaleçam todas as cláusulas jurídicas de nossa Constituição. Essa é a lição que o eleitor vem dando, ao valorizar a democracia e a alternância de poder.

Manifesto meu voto em Jair Bolsonaro, sem pedir nada em troca, mas apenas me associar à vontade geral do povo, para que brote o novo dos escombros do velho.  E que os derrotados, tanto o PT quanto o PSDB, ouçam o clamor das ruas e refaçam seus destinos.

Roberto Rocha