4/19/2017

Anunciado o novo bispo da Diocese de Imperatriz


“ECCE VENIO DOMINE”
(Eis-me aqui, senhor)

O gaúcho  Vilson Basso,  é anunciado como o novo  bispo da Diocese de Imperatriz.  Dehoniano, Dom Vilson que estava na Diocese de Caxias, é  presidente da Comissão Episcopal Pastoral da Juventude da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil.

O  recém anunciado Bispo de Imperatriz ,  nasceu em 16 de fevereiro de 1960, em Tuparrendi (RS).   Sua ordenação presbiteral é de 28 de Dezembro de 1985.  Em 30 de maio de 2010 recebeu a ordenação Episcopal sendo então nomeado pelo papa Francisco como Bispo de Caxias.

O anúncio do novo Bispo da Diocese de Imperatriz foi feito hoje pela manhã em entrevista coletiva de imprensa na  Catedral de Fátima, no Centro,  pelo padre administrador diocesano Francisco Lima que  vinha comandando a Diocese desde  que o Vaticano transferiu , como coadjutor, e depois  nomeou  titular,  Dom Gilberto Pastana como  bispo do Crato.

Vilson Basso, é o segundo gaúcho a comandar a Diocese de Imperatriz,  o primeiro foi Dom Afonso Felipe Gregory,  já falecido.

Eis-me aqui, senhor é o lema episcopal de Dom Vilson Basso

4/08/2017

Adventistas homenageiam jornalistas Imperatrizenses


A celebração foi um reconhecimento aos trabalhos prestados pela cidade e pela igreja

A Igreja Adventista do Sétimo Dia entende que Comunicação é Missão. É por isso que utiliza os meios de comunicação para a propagação do Evangelho de salvação e também se empenha em tornar público o estilo de vida de seus membros, que procuram seguir os exemplos deixados por Jesus na Bíblia, como forma de testemunhar e motivar outros a fazerem o bem ao próximo.

Para tanto, a comunicação com a impressa é de suma importância a fim de que as boas notícias se espalhem e mais pessoas sejam influenciadas para o bem.
Em Imperatriz, a sede Adventista para a região sul do estado, pelo segundo ano consecutivo ofereceu um coffe break especialmente aos jornalistas como forma de agradecimento pelo acolhimento e prontidão em divulgar o que de melhor os adventistas têm feito em Imperatriz e na região tocantina.

Vários profissionais do rádio, televisão, internet e impresso estiveram presentes e se mostraram felizes ao receber a homenagem da igreja: “Fiquei muito honrado particularmente! Quero parabenizar a organização do evento e dizer que nos sentimos muito contentes pelo convite”, afirmou Wellinton Araújo, da TV e Rádio Cidade Esperança.

O blogueiro Elson Araújo relembrou a trajetória do jornalista Líbero Badarón, que defendeu suas ideias e se tornou um mártir, ao lutar pela imprensa livre, e por isso ressaltou a alegria que sente ao exercer a profissão e receber homenagens: “é um motivo de orgulho ser lembrado e agora em especial pela igreja adventista nessa data. Este gesto com certeza tem um significado muito forte para nós jornalistas”, afirmou.

William Marinho, colunista do impresso “O Progresso”, que também esteve entre os convidados, afirmou que a espiritualidade precisa estar presente no dia a dia das pessoas: “Tivemos um momento de fé e isso é importante pro nosso dia. A receptividade aqui é tão boa que vim pela segunda vez e isso faz a gente se sentir bem, espero que Deus me permita vir aqui mais vezes”, ressaltou.

Para a presidente da Associação de Imprensa da Região Tocantina - AIRT, Kely Queiroz, (Blog da Kely) receber homenagens e ouvir de Deus foi muito bom: “Em nome da AIRT quero agradecer pelo carinho dispensado a nós jornalistas e especialmente a Igreja Adventista que tem um carinho enorme por nós; quero dizer que estamos a disposição”, revelou.

Por sua vez, o Departamento de Comunicação da Igreja Adventista no sul do Maranhão em nome do seu coordenador, pastor Fábio Duarte, agradece aos jornalistas de Imperatriz pelo carinho e atenção dada às notícias produzidas e coloca-se como parceira e está à disposição da comunidade.

Simone Joe

Assessora de Comunicação da Igreja Adventista no sul do Maranhão/TV Novo Tempo

4/07/2017

Definida Nova campanha pela criação do Maranhão do Sul

I Colóquio Maranhão do Sul, sim  é possível, será realizado no feriado do  dia 21 de Abril em Imperatriz 

Evento tem como público alvo Estudantes, professores, profissionais liberais, líderes classistas, políticos, empresários, simpatizantes da causa, em geral.


Definido para o próximo 21 de Abril a partir das 8 horas da manhã no Auditório do Palácio do Comércio o I Colóquio “Estado do Maranhão do Sul, sim é possível” evento, que marca a retomada da luta pela divisão do Maranhão e que tem a chancela da recém criada Associação para o Desenvolvimento da Região Tocantina e do Maranhão do Sul-Adermasul.

Desde sua concepção a diretoria da Adermarsul tem feito contato com lideranças representativas de todos os municípios que integram o mapa do que será o futuro estado num trabalho de envolvimento e convencimento em torno da causa. Para o jornalista Josué Moura, presidente da entidade, esse colóquio do dia 21, é mais do que um encontro de ideias e ideais, vai funcionar como um marco do início dessa nova jornada.

A mais recente mobilização sobre Maranhão do Sul, lembra o jornalista, foi em 2011, contudo depois disso não se falou mais no assunto “até que há pelo menos um ano ao conversar com outros colegas jornalistas e alguns entusiastas da causa, retomamos a bandeira e em fevereiro demos corpo à Adermarsul, em fase de registro”, informou Josué Moura.



O presidente da Adermarsul avalia ser “uma covardia a região não prosseguir com essa luta que é, sobretudo, justa e possível”. “Não estamos vendendo a ilusão de que o plebiscito vai logo acontecer e que em breve o estado estará criado. Não, como das outras vezes, teremos muita luta pela frente e a médio ou longo prazos acabaremos logrando êxito, transformando em realidade o sonho de várias gerações de maranhenses desse lado de cá do estado”, concluiu.

Edmilson Sanches, Hélio Miranda, Esmerahdson Dipinho e Enéas Rocha serão palestrantes

Os temas a serem discorridos e debatidos no I Colóquio “Maranhão do Sul, Sim é Possível”, serão manuseados pelo jornalista, consultor e escritor e enciclopedista Edmilson Sanches, pelo advogado, ex-juiz do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, Hélio Miranda e pelos professores Enéas Rocha e Esmerahdson de Pinho.

Profundo pesquisador da história desse lado do Estado, autor de diversos textos sobre o Maranhão do Sul, o jornalista Edmilson Sanches discorrerá sobre os “Aspectos históricos e humanos da luta pela divisão territorial do Estado do Maranhão do Sul”, palestra considerada pela diretoria da Adermarsul fundamental para que se rememore a os caminhos dessa luta de quase 200 anos.

Já o advogado Hélio Miranda, que possui larga militância nos tribunais superiores, falará sobre os “Aspectos Políticos e Jurídicos da Criação de um novo Estado. Miranda, que também é professor universitário, tem na bagagem a participação na luta pela criação de dois novos estados: uma tentativa de dividir o Rio Grande do Sul e anos depois o exitoso movimento que criou o Estado do Tocantins. “Um nome que trará brilho ao evento”, comenta o advogado Oziel Vieira, Coordenador Jurídico da Adermasul.

O economista Enéas Rocha e o administrador de empresas Esmerahdson De Pinho, ambos com mestrado e doutorado em Desenvolvimento Regional, vão dividir o tema “Realidade Econômica brasileira, desenvolvimento regional, e as potencialidades econômicas do Maranhão do Sul. “A histórica bandeira do Maranhão do Sul pontuarão a linha de pesquisa desses dois jovens senhores nos seus estudos de doutoramento. Vamos aprender muito com eles”, ressalta a ex-vereadora Conceição Formiga, Coordenadora de Mobilização das Mulheres da Ademarsul.

PROGRAMAÇÃO

Data: 21 de Abril no auditório do Palácio do Comércio

Público alvo: Estudantes, professores, profissionais liberais, líderes classistas, políticos, empresários, simpatizantes da causa, em geral.

8h – Abertura solene, boas vindas

8h10 – Palavra inicial e breve resumo sobre os passos dados nesse “novo momento da luta pelo Estado do Maranhão do Sul” (Josué Moura)

8h20 – Apresentação das peças da campanha de marketing do movimento (Start Mídia)

8h40 – Apresentação artística

9h – Aspectos históricos e humanos da luta pela divisão territorial do Estado do Maranhão (Edmilson Sanches)

9h30 – Aspectos políticos e jurídicos da criação de um novo Estado (Hélio Miranda)

10h10 – Realidade econômica brasileira, desenvolvimento regional, e as potencialidades econômicas do Maranhão do Sul (Esmerahdson/ Enéas)

10h40 – Debates/tribuna livre


11h30 – Encerramento