6/11/2013

Madeira aparece pela primeira vez numa pesquisa para governador do Maranhão.



Mesmo sem sequer cogitar a ideia, o prefeito de Imperatriz aparece na frente de Edivaldo Holanda, João Alberto, Roberto Rocha e Domingos Dutra.

A grande surpresa na recente pesquisa econométrica para auferir a intenção de voto dos maranhenses para o Governo do Estado, realizada  entre os dias   23 e  30 de  maio em 38 municípios maranhenses, foi o aparecimento  pela primeira vez,  espontaneamente,  do nome do prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira (PSDB)
A pesquisa espontânea é aquela em que, como o próprio nome sugere, o pesquisador  pergunta, sem nenhum método de indução, em quem o eleitor votaria.

No caso da pesquisa da econométrica, Madeira aparece com 0, 6% da intenção de votos  na frente  do prefeito de São Luís Edivaldo Holanda Júnior, do PTC que aparece com 0,3%;  do senador João Alberto – PMDB com 0,2%;  do   atual vice-prefeito de   São Luís Roberto Rocha-PSB com  0,1%  e do deputado federal Domingos Dutra, PT, também 0,1%

 Madeira soube da pesquisa no Rio Grande do Sul onde cumpria agenda de trabalho junto a uma indústria de calçados que tenciona se estabelecer em Imperatriz.
O prefeito viu o resultado da pesquisa com um misto de surpresa e naturalidade: surpresa porque sequer cogita a possibilidade até de uma candidatura à vice, como eventualmente especula a crônica política do Maranhão; e naturalidade em função da consciência das ações administrativas que realiza e que tem proporcionado uma maior visibilidade de Imperatriz, tanto no Maranhão, como fora dele.

Madeira completou o raciocínio dizendo que sente-se gratificado pelo aparecimento do seu nome de forma natural  na pesquisa. “Qual o politico que não gostaria de ser lembrado para ser governador do Maranhão? ”   disse o prefeito para logo em seguida completar “Sou grato, mas antes  que surja  qualquer especulação  garanto que meu projeto é ser prefeito até o último ano do meu mandato”
Sobre o resultado geral da Econométrica, o prefeito de Imperatriz disse que pesquisa é o retrato do momento, e o momento mostra que um cenário antes favorável a uma pré-candidatura começa a mudar com o processo de crescimento do outro projeto o que torna impeditivo destacar qualquer favoritismo.

A pesquisa Econométrica mostra o comunista Flávio Dino (Pc do B)  ainda na dianteira, seguido do atual secretário de Estado da infraestrutura Luís Fernando (PMDB).