4/27/2014

Sala do Empreendedor da Prefeitura agiliza abertura de micronegócios em Imperatriz


Facilitar o ambiente de micronegócios no município de Imperatriz. Esse é um dos principais objetivos da Sala do Empreendedor, instalada pela Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social (Sedec), na Rua Simplício Moreira, 1478 [antigo prédio da Semed], próximo à Praça de Fátima, no Centro.

A coordenadora da Sala do Empreendedor, Benedita Gonçalves, explica que atualmente a ‘pequena empresa’ responde por 90% do total de empresas do país, contribuindo para geração de emprego e dinamizando a economia.

“Nós oferecemos suporte e orientação para instalação de pequena empresa ou regularização da situação profissional, incentivando a pessoa a sair da informalidade”, disse ela, que observa a garantia dos direitos trabalhistas e para fins de aposentadoria.

Dita Gonçalves assinala que o órgão orienta contribuintes quanto à abertura, alteração e encerramento da empresa na Prefeitura, na Junta Comercial e na Receita Federal. “Nós orientamos o microempreendedor a se cadastrar na Receita Municipal para ter acesso a uma senha para emissão de nota eletrônica”, frisa.

Ela diz ainda que os microempreendedores dispõem de 180 dias para receberem o Alvará de Funcionamento. No ano passado, a Sala do Empreendedor registrou 236 pessoas que manifestaram interesse em se formalizar, sendo que, somente nesse ano mais de 150 já recorreram ao órgão.

A estimativa é que existem 8 mil pessoas ainda trabalhando na informalidade na cidade de Imperatriz.


A cabeleireira Carla Morais, que reside no Parque Santa Lúcia, diz que pretende buscar orientações na Sala do Empreendedor para oficializar a abertura do micronegócio e oferecer opção de crédito (cartões) aos clientes. “A ideia é disponibilizamos produtos, novos serviços e opções de pagamento a nossa clientela”, finaliza. [Gil Carvalho – Ascom]