3/03/2015

Sinal Verde - Projeto de Educação para o Trânsito será ampliado em Imperatriz



*Gil Carvalho

O projeto de “Educação para o Trânsito” será ampliado esse ano nas escolas públicas de Imperatriz. A proposta visa transformar crianças e adolescentes em ‘agentes de transmissão de informações’ em observância ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). A iniciativa beneficiou no ano passado dezenas de jovens das escolas municipais.

A educação para o trânsito deverá ser promovida na pré-escola e nas escolas de ensino fundamental, médio e superior, por meio de planejamento e ações coordenadas entre os órgãos e entidades do Sistema Nacional de Trânsito e de Educação, da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, prevê o artigo 76, do Código de Trânsito Brasileiro.

O secretário José Ribamar Alves Soares (Trânsito), o cabo J. Ribamar, considera de fundamental importância dinamizar o programa de “educação para o trânsito” com intuito de sensibilizar a comunidade escolar sobre da necessidade de se investir em educação como forma de melhorar o convívio social, de respeito e segurança no trânsito.

“Esse ano pretendemos levar o projeto a todas as escolas municipais ministrando palestras, distribuindo cartilhas e materiais preventivos para que os alunos possam ter o primeiro contato com a educação para o trânsito em Imperatriz”, disse ele, ao observar que os estudantes estarão gerando informações e formando consciência educativa nas ações do trânsito da segunda maior cidade do Maranhão.

Ele destaca que será ampliando não apenas o setor de “educação para o trânsito”, como também o de sinalização de ruas e avenidas de Imperatriz. “Temos a convicção que esse projeto tem conseguido reduzir os índices de acidentes de trânsito em nossa cidade, aumentando a conscientização dos motoristas”, avalia.

CAMPANHA - A Prefeitura de Imperatriz, em parceria com o Ministério Público do Maranhão e o Sistema Mirante de Comunicação, participa de campanha de prevenção de acidentes de trânsito em Imperatriz. “Esse é um projeto previsto para ser executado durante todo esse ano; essas ações começaram a surtir efeitos [muitos] positivos para o trânsito”, concluiu. 

* ASCOM