5/19/2015

Secretaria Municipal de Educação forma 600 alunos no Brasil Alfabetizado


Nos últimos seis anos  a gestão do  prefeiro Madeira beneficiou, por meio desse programa mais  de cinco mil alunos acima de 15 anos


Nesta quarta-feira (20 de maio), será realizada a formatura de 600 alunos do Programa Brasil Alfabetizado etapa 2013-2014, de responsabilidade da Secretaria Municipal de Educação (SEMED). A solenidade acontece às 19h e 30 min no auditório da Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS).

Desde 2009, a Secretaria Municipal de Educação (SEMED) alfabetizou quase cinco mil alunos acima de 15 anos através Programa Brasil Alfabetizado (BRALFA).

Letícia Silva Alves, coordenadora local do BRALFA, declara: “O Brasil Alfabetizado é voltado para a alfabetização de jovens, adultos e idosos e se torna efetivamente uma porta de acesso à cidadania  e o despertar do interesse pela elevação da escolaridade. Desde 2009, foram alfabetizados 4.924 alunos”.

Sobre a diminuição da taxa de analfabetismo na cidade de Imperatriz, Zesiel Ribeiro, secretário de educação, revela: “Em 2000, tínhamos 16% de pessoas acima de 15 anos analfabetas, e no último censo realizado ainda em 2010 a taxa já reduziu para 9,3%, abaixo da taxa nacional que era de 13,6%. Dos alunos matriculados no Programa Brasil Alfabetizado desde 2009, 60% concluíram os ciclos e foram alfabetizados”.
Letícia Alves esclarece qual o objetivo do programa: “O Programa Brasil Alfabetizado tem o objetivo de promover a superação do analfabetismo entre jovens com 15 anos ou mais, adultos e idosos e contribuir para a universalização do ensino fundamental no Brasil. Sua concepção reconhece a educação como direito humano e a oferta pública da alfabetização como porta de entrada para a educação e a escolarização das pessoas ao longo de toda a vida”.

Diante disso, considera-se que o BRALFA representa uma forma de resgate da população que se encontra excluída no processo educacional e social por não conseguir decodificar letras, palavras e números. Além da valorização do ser humano, o resgate da dignidade, o projeto avança no objetivo de diminuir e até erradicar o analfabetismo no município de Imperatriz. [Luana Barros – ASCOM]