2/06/2015

Iluminação pública: Vilas da zona rural receberão novas luminárias


Na zona urbana, a meta da SINFRA é iluminar Avenida Luis de França Moreira.

            A Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura e Serviços Públicos – SINFRA vem cumprindo um papel fundamental para a segurança da população, que é a prioridade na manutenção da iluminação pública em todos os bairros periféricos e do centro da cidade.

            Agora esses serviços, por determinação do prefeito Sebastião Madeira, se estenderão à zona rural do município, cujas luminárias que estão apresentando defeito serão substituídas em todas as vilas e povoados. A informação foi prestada pelo engenheiro Roberto Vasconcelos Alencar, titular da SINFRA.

            De acordo com Roberto Alencar, os serviços de troca de luminárias iniciarão pelos povoados Lagoa Verde, Vila Chico do Rádio, povoado São João e Centro Novo. Em seguida o povoado 1.700, localizado às margens da BR-010, o maior produtor de açaí desta região, cuja população também receberá esse benefício.

            Esses serviços se estenderão para povoados situados na Estrada do Arroz e para outras regiões. “Todos os povoado e vilas de nosso município receberão esses benefícios, pois trocaremos as atuais luminárias por lâmpadas a vapor de sódio que são mais modernas e, consequentemente, mais econômicas”, diz Roberto Alencar.

            O titular da SINFRA adiantou, ainda, que a meta da Prefeitura é concluir esses serviços na zona rural até o mês de julho. “A partir de então partiremos para a zona urbana, mas especificamente, para a Avenida Luis de França Moreira, que faz a ligação com a ponte Dom Felippe Gregory, e com o estado do Tocantins”.


            Roberto Alencar assinala que desde o início da gestão do prefeito Madeira que esses benefícios foram levados a todos os bairros da cidade, o secretário destaca a iluminação da BR-010 no perímetro urbano que mudou a feição paisagística da cidade, diante de quem por ali transita. “Iluminação pública é segurança para os munícipes”, conclui o secretário. (Domingos Cezar/ASCOM)