6/23/2015

Farmacêuticas do Município participam do 1º Seminário de Assistência Farmacêutica do Estado do Maranhão


No encontro realizado na capital, Imperatriz foi destaque, considerada cidade de referência estadual na implantação do hórus
Realizado nos dias 18 e 19 de junho na capital São Luis, o 1º Seminário de Assistência Farmacêutica tratou de assuntos pertinentes a Elaboração do Termo de Referência nas Aquisições e Contratações Públicas. Como facilitador do tema, Presidente da Comissão Setorial de Licitação da Secretaria Estadual de Saúde – CSL/SES, Maurício Lima falou sobre o Termo.
De Imperatriz participaram as farmacêuticas Rayssa Castro (coordenadora da Central de Assistência Farmacêutica), Maria Simone e Rafaela Maiana (Farmácia Básica) - que foi uma das palestrantes da programação. Ela falou do processo de implantação do hórus - Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica, utilizado para controle e distribuição de medicamentos.
“Nos deixa muito feliz ver que Imperatriz é referência estadual na implantação deste sistema, pois cumpre com todos os preceitos que o Ministério da Saúde pede, inclusive a Controladoria Geral da União - CGU. E isso nos coloca um passo a frente dos demais municípios que ainda estão trabalhando para implantar o hórus”, ressalta Rafaela ao falar da sua participação no evento.
Sobre a relevância do Seminário, uma das farmacêuticas afirma: “Participar do encontro é de grande importância para os municípios, pois aqui estreitamos as relações com o Estado e obtemos o auxílio para lidar com as questões contratuais no que se refere a aquisição de medicamentos. Para tanto, é válido ressalta que nossa participação só é possível graças ao apoio do Governo do Estado e da Secretaria Municipal de Saúde  (SEMUS) na pessoa da secretária de Saúde Conceição Madeira”, afirma Rayssa Castro.
“Trabalhamos pela valorização do profissional farmacêutico, pois ele é indispensável ao acesso da população aos medicamentos. De nada adiantaria médico e consulta se não tivéssemos o farmacêutico na ponta final auxiliando o contato da população com o medicamento. Portanto, os investimentos em capacitações são necessários, sobretudo porque o Plano da Assistência Farmacêutica de Imperatriz busca contemplar tudo isso e garantir o melhor uso dos recursos”, avalia Conceição Madeira.
Destinado a todos os municípios do Estado, o encontro discutiu ainda sobre:
- “Os medicamentos no Sistema único de Saúde”, com a palestra do Gestor de Insumos Estratégicos da SES Sandro Monteiro e do Gestor da AF Sandro César Feitosa Monteiro;
 - “As bases para o controle da Talidomida no Brasil: do credenciamento das unidades dispensadoras ao cadastro dos usuários com a Analista Técnica de Políticas Sociais do Ministério da Saúde, Isabella Pinto.

- “O Papel do controle na Assistência Farmacêutica Básica, com o representante da Controladoria Geral da União – CGU, Rogério Coqueiro;
- “A Gestão da Cadeia de Produtos Termolábeis” com o representante da Secretaria de Saúde de São Paulo, José Almeida;

- “O Processo Administrativo no âmbito da Vigilância Sanitária” com o Superintendente da Vigilância Sanitária Estadual (SUVISA), Marcelo Rosa.
- “Hórus – Sistema Nacional de Gestão da Assistência Farmacêutica” com Rafaela Maiana – Responsável Técnica da Farmácia Básica de Imperatriz.


Maria Almeida - ASCOM