8/06/2015

Prefeitura e TRE fazem parceria efetuar recadastramento biométrico


A ação visa acelerar a coleta de dados de todo o eleitorado de Imperatriz

Para acelerar o processo de recadastramento biométrico em Imperatriz, a Prefeitura vai trabalhar em parceria com Tribunal Regional Eleitoral. O trabalho, que visa dinamizar o processo, terá como contrapartida do Município a disponibilização de servidores para que o TRE possa dobrar o número de atendimentos e assim garantir mas rapidez na coleta das informações.

Segundo José Sousa, chefe do cartório da 33ª zona eleitoral, a parceria da Justiça Eleitoral com a Prefeitura é um passo importante para atender bem a população. “Nós estamos numa fase em que o segundo maior colégio eleitoral, no caso, Imperatriz passa por essa revisão obrigatória com inclusão dos dados faciais e biométricos também”.

De acordo com José Sousa, a Justiça Eleitoral tem a estrutura adequada para realizar a coleta de dados. Entretanto no momento, devido grande contingência, o TRE está buscando apoio juntos às esferas da administração pública para aumentar o número de pessoas no atendimento. Mediante isso, a Prefeitura de Imperatriz vai disponibilizar servidores para ajudar a acelerar o processo de recadastramento.  As equipes que serão formadas receberão treinamento. A previsão é que no próximo mês a capacidade de atendimento seja dobrada.

Sobre o procedimento, ele ressalta que todos os eleitores têm que comparecer à Justiça Eleitoral para revisar seus dados e as digitais e faciais. “Todos os 165 Municípios do Maranhão vão passar por essa revisão obrigatória”.

Ressalta também que estruturas móveis serão instaladas nos bairros com base no mapeamento que está sendo realizado para identificar as localidades que necessitam do procedimento. “Nós entendemos que o cidadão independentemente ser empregado ou patrão tem que fazer esta revisão obrigatória. Todos têm atividades e por isso vamos dobrar o número de atendimentos”, afirma.


O secretário de Municipal de Administração e Modernização, Iramar Candido, assinala que a parceria certamente vai facilitar o atendimento para a população de todo o Município, visto que parte do eleitorado reside na zona rural. Diante disso, a ampliação do número de atendentes e de locais para realizar a coletas das informações, vai facilitar o acesso dos eleitores ao recadastramento. “Nosso dever é garantir melhorias para nosso Município. Sabemos que o recadastramento é um procedimento obrigatório e de extrema importância. Mediante isso vamos ajudar o TRE a realizar esta ação cuja demanda é bem significativa”. [Eva Fernandes - ASCOM]