1/04/2016

Em 2015, Investimento em sinalização, blitz e palestras ajudaram a melhorar o trânsito e reduzir acidentes em Imperatriz


A conquista é resultado dos trabalhos realizados em conjunto com o MP, Prefeitura, empresas privadas e comunidade

Garantir segurança a pedestres e condutores de veículos tem sido uma das principais metas da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes. Os dados do Serviço Móvel de Urgência (SAMU) revelam houve uma redução significativa em relação ao número de acidentes em Imperatriz. Para perceber essa mudança basta comprar os dados de 2014 a 2015.

Segundo o relatório DO SAMU, o período de janeiro de 2014 a outubro de 2015 teve redução de 11% no número de acidentes, 14% no número de vítimas e 29% no número de óbitos.  De acordo secretário Municipal de Trânsito, José Ribamar Alves Soares a redução é reflexo dos trabalhos de conscientização realizados na cidade, sobretudo da melhoria na sinalização.


“Evidentemente que as campanhas educativas, palestras, blitz e demais ações realizadas em parceria com Ministério Público e demais instituições públicas e privadas têm ajudado muito na prevenção de acidentes. Atribuo esse resultado também ao intenso trabalho de sinalização horizontal e vertical que estamos realizando em toda a cidade”.  

Para melhorar a mobilidade urbana da cidade, a pasta teve que realizar mudanças nas sinalizações já existentes. Como exemplo Ribamar citou a Av. Dorgival Pinheiro de Sousa, que além do reforço, na sinalização recebeu uma nova faixa de fluxo do lado direito e estacionamento disciplinado do lado esquerdo.   

De acordo com ele, agora a via conta com três faixas. Medida esta, que está proporcionando mais segurança e fluidez no trânsito. O secretário pontua que atualmente média de 30 mil veículos trafegam diariamente na avenida. E que a criação dessa nova faixa de fluxo está evitando engarrafamentos e, sobretudo, garantindo mais segurança para pedestres e condutores.


Além de mudanças no sentido das vias, a pasta também realizou a a implantação de 50 conjunto de semáforos nos principais cruzamentos da cidade. Sobretudo pontos que possuem grande circulação de veículos.  O prefeito Sebastião Madeira acrescenta que a sinalização, fiscalização e articulação de ações educativas para evitar acidentes de trânsito sempre estiveram entre as metas principais da gestão. Para ele a redução representa uma conquista, entretanto a prefeitura intensificará ações para obter resultados ainda melhores. “Nosso compromisso é articular e por em prática trabalhos que viabilizem cada vez mais redução no número de acidentes. São positivos os resultados alcançados, todavia nós vamos trabalhar muito mais por resultados melhores”.

No processo de fiscalização, Ribamar ressalta também, que atualmente a estrutura da pasta dispõe de seis carros, quatro motocicletas e 45 agentes de trânsito em para realizar os trabalhos em toda cidade. 


CONSCIENTIZAÇÃO

Outro diferencial são as campanhas realizadas em parceria com o Ministério Público, empresas privadas e comunidade que ajudaram a alcançar a redução que se manteve até mês de novembro de 2015. Blitz, distribuição de panfletos e promoção de palestras nas instituições públicas e privadas auxiliaram no processo conscientização. Para Ana Paula Silva, que já participou da palestra sobre educação para o trânsito na Escola Mourão Rangel, a realização de atividade de conscientização nas escolas ajudam os jovens a entender melhor as conseqüências das imprudências no trânsito. “Na escola está grande parte de condutores ativos e condutores potenciais. Acredito que essa iniciativa ajuda muito a melhorar o trânsito da cidade”.


“As palestras realizadas em 2015 tiveram o intuito de conscientizar a população sobre as conseqüências das atitudes irregulares no trânsito. Além disso, as campanhas nacionais e locais tiveram focos voltados essas discussões e medidas preventivas de acidentes”.

FORMAÇÃO PARA TAXISTAS – Em parceria com o SEBRAE a Prefeitura realizou capacitação para taxistas de Imperatriz. De acordo com José Ribamar, o curso “Taxista Empreendedor” teve como finalidade ajudar os profissionais a melhorar em o atendimento para os usuários de táxi, em Imperatriz. “Nosso maior objetivo é garantir que esses profissionais ofereçam um trabalho de qualidade. E pensando nisso, a SETRAN em parceria com o SEBRAE ofereceu no período de 18 a 20 de agosto uma capacitação para 500 taxistas da cidade. Acreditamos que um trabalho como este traz reflexos positivos para a população”.
O curso teve carga horária 04 horas e todos os trabalhos foram voltados para a valorização dos profissionais, sobretudo possibilitando novas alternativas para melhorar o atendimento para os usuários de táxi no município. A abordagem da formação composta por atividades ajudou os profissionais a desempenharem seus ofícios com mais qualidade.   ACESSIBILIDADE- Em parceria com o MP a Setran desenvolveu um trabalho para garantir vagas de estacionamentos para idosos e pessoas com deficiência física. A primeira etapa foi constituída pelo cadastramento. Em seguida a pasta iniciou o processo de sinalização em frente aos hospitais, prédios e locais públicos. Depois de concluída a sinalização, Ribamar informa que os agentes iniciarão o processo de fiscalização.
[Fotos idosos e vagas]
APREENSÃO DE VEÍCULOS IRREGULARES


O ano de 2015 foi marcado por grandes ações voltadas para segurança no trânsito imperatrizense. Durante os 20 dias da operação ‘Transporte Legal’ a Setran com apoio da Polícia Rodoviária Federal, Polícia Militar e  Ministério Público,  apreenderam 165 veículos que circulava em situação irregular  no Município.

Conforme informação do secretário Municipal de Transito e Transportes, José Ribamar Alves Soares, os veículos aprendidos não estavam de acordo com as normas de trânsito, mediante isso foram apreendidos. Sobre a operação, J. Ribamar ressalta que as penalidades aos condutores irregulares resultaram desde a advertência verbal, multas, retenção da carteira de habilitação à apreensão do veículo.
Além de vistoriar os equipamentos, no ato das abordagens, os condutores tiveram que apresentar a Carteira Habilitação, documentação do veículo, alvará entre outros. O objetivo da operação foi voltado para fiscalização a veículos e condutores em situação irregular, para assim garantir segurança para os profissionais e aos usuários.    

[Eva Fernandes – ASCOM]