5/30/2017

Qualidade das águas vai ser tema de debate na Câmara Municipal


A iniciativa é do Grupo Força Tarefa Rio Tocantins e da Comissão de Planejamento, uso, ocupação, parcelamento do solo e meio Ambiente

Vai começar pela Câmara Municipal a sequência de encontros que o Grupo Força Tarefa Rio Tocantins fará sobre  “as águas da cidade”. O presidente da Câmara José Carlos Soares (PV) vai abrir a sessão ordinária da manhã do  dia 14 de Junho para  que o grupo possa se apresentar e dar início ao  temário, que será desenvolvido no  eixo  “Conhecer as  águas para saber cuidar do Rio”.  Esse primeiro encontro terá o apoio e a participação da Comissão de Planejamento, uso, ocupação, parcelamento do solo e Meio Ambiente.

O projeto do Grupo Força Tarefa parte do princípio que para o enfrentamento de qualquer problema é preciso, num primeiro momento, conhecê-lo e dai  elaborar as  ações e gestos concretos.

“ Esperamos contar com a presença expressiva daqueles que se preocupam com o nosso meio ambiente  e com as gerações futuras”   disse a professora Edna Ventura membro fundadora do movimento.

Moderador dos  encontros,  o professor José Geraldo da Costa informou que o  tema escolhido para o dia 14 de Junho será “A qualidade das águas”,  no qual o professor/doutor Jorge Diniz  vai poder discorrer sobre os  “efluentes urbanos tóxicos, medidas preventivas e/ou (re) equilibradoras, ribeiras, usos e vegetação, filtros, fossas entre outros assuntos que o tempo permitir.

“Serão temas que consideramos fundamentais,  e o primeiro passo  a ser dado é esse , o de  conhecer  para saber cuidar melhor” assinalou a juíza de direito aposentada Maria das Graças Sousa, também membro do Grupo Força Tarefa e hoje uma estudiosa das questões ambientais.

O Grupo Força Tarefa Rio Tocantins surgiu ainda no ano passado motivado pela visualização de uma situação nunca vista antes: a maior baixa das águas que o Rio Tocantins já teve a ponto de um ribeirinho ter conseguido chegar a cavalo até a famosa Praia do Meio.  A partir dai se tornaram  frequentes os encontros  dos  representantes dos mais diversos  segmentos da sociedade para discutir caminhos  e possíveis ações que possam estancar as agressões sofridas pelo Rio Tocantins diariamente.

Depois da Câmara o projeto do grupo é levar a discursão para ambientes como faculdades, associações, clubes de serviço, empresas “enfim, queremos envolver toda a sociedade ao redor de um tema que é de interesse de todos”  ressalta a professora Ivetilde Delgado,  da organização do evento.