10/27/2010

Vivo tenta reverter decisão judicial que proibiu venda de novas linhas

A vivo tenta reverter a decisão da Justiça que proibiu a venda de novas linhas até que a companhia resolva os problemas técnicos. A primeira via tem sido a administrativa. Executivos da empresa, já visitaram o promotor da defesa do consumidor Sandro Bíscaro e o juiz de Direito autor da decisão Adolfo Pires da Fonseca. Se não conseguir, deve mesmo recorrer da decisão.

Visita ao prefeito
Ontem pela manhã executivos da Vivo visitaram, no gabinete, o prefeito Sebastião Madeira. Estiveram com o gestor imperatrizense, o gerente da Vivo no Maranhão, Rodrigo Silva Júnior, que se fazia acompanhar do gerente da Vivo em Imperatriz, Jorge Ximenes e da consultora de comunicação, Norimar Muller.

Ao prefeito eles falaram sobre a decisão da Justiça mas disseram que antes dessa decisão a empresa já vinha investindo na cidade para melhorar o sinal. Informaram que até o final do ano a empresa vai pular de oito para 14 torres na cidade. O investimento em cada torre, informaram eles, varia entre R$ 800 mil , a R$ 1 milhão.

Sebastião Madeira agradeceu a visita dos executivos, mas deixou claro para eles a preocupação da comunidade e das autoridades em face as ações desenvolvidas pela empresa no âmbito de comunicação. Isso porque, a empresa tem vendido aparelhos celulares num volume superior do que o trabalho prestado para seus clientes o que tem causado muitas reclamações que vão do Procon à Câmara Municipal.

Investimento no social- Os representantes da empresa se despediram colocando-se á disposição do prefeito Sebastião Madeira para a implementação de parcerias, sobretudo, com os vários programas sociais mantidos pela Prefeitura.