5/22/2012


 Assassinato de estudante causa revolta.  Crime pode ter sido filmado por câmeras de segurança.

Neto do saudoso professor Victor Sobral, o estudante Almir Victor foi estupidamente assassinado na noite de ontem por um bandido que minutos antes já tinha tirado a vida de  outra  pessoa , no bairro  da  Caema.
O crime aconteceu  na Rua Tamandaré, próximo da antiga Norsegel,  quase na frente da casa da vítima apontada pelos familiares e amigos, como um pessoa  alegre extrovertida e cheia de sonhos.   

“Não atire”  teria dito  o rapaz ao perceber  que o bandido empunhava uma arma.  “ Isso é pra tu aprender a não mexer em dinheiro de bandido”  disse o marginal em resposta ao gesto de solidariedade que o jovem fez ao apanhar um volume que caiu da moto em que assassino  pilotava e,    tentar  devolvê-lo.
Baleado,  Almir Victor ainda foi socorrido, mas morreu minutos depois.

Como ocorre nesses casos o clima é de revolta, impotência e dor.  Todos tentam entender o porquê de tanta barbárie, de tanta perversidade. 

Almir Victor, só queria ser bom; só quis  ser solidário e acabou sendo morto.
Depois de balear Almir o  bandido  fugiu  juntamente com um comparsa.

Investigação

Ainda não se tem notícia do resultado inicial do  trabalho da Policia para identificar e prender os dois  marginais que tiraram a vida de Almir Victor. Algumas pessoas  chegaram a  testemunhar o sinistro e talvez ajudem a polícia  nas investigações.

Corajosamente, mesmo correndo o risco de também ser morto, uma das testemunhas correu para socorrer Almir caído no chão.  Ela conta que os bandidos, ambos morenos, ocupavam uma moto titam preta, sem placa e fugiram  na direção ao bairro da Leandra.

Há a esperança de que toda a cena do crime tenha sido gravada por câmeras de segurança instaladas no local.