12/10/2012

Prefeitura facilitou a chegada de novos investimentos, afirma Sabino Costa



Gil Carvalho e Aurino Brito

Para o secretário, momento econômico da cidade é reflexo da política adotada na atual gestão


“A determinado do prefeito Sebastião Madeira de colocar toda secretaria e o staff do governo municipal no sentido de facilitar a vinda de investidores para Imperatriz, a maior cidade do interior do Maranhão, foi uma das principais ações dessa gestão”. A avaliação é do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico (Sedec), Sabino Costa.

Sabino Costa, em entrevista exclusiva à reportagem, revela que o prefeito Madeira não colocou, em primeiro momento, nenhum obstáculo aos investidores e percebeu a importância destes empresários para o desenvolvimento econômico e social de Imperatriz.
“Nós trabalhamos no sentido de atrair os investidores. Todos aqueles que nos procuraram receberam apoio onde, inclusive, foi criado um projeto de incentivo fiscal moderno e adequado que atende às necessidades dos investidores”, assinalou ele, que observou a instalação, nestes últimos três anos, de grandes investimentos no município de Imperatriz.

O secretário argumenta que a exigência do governo municipal é que todo empreendimento seja instalado em conformidade com a legislação vigente, contribuindo com a geração de emprego e renda em Imperatriz. “Nós temos percebido que todo investidor quer ser bem recebido. Ele [empresário] não aceita chegar a uma cidade e estado e não ser tratado com cordialidade pelos agentes políticos, criando obstáculos para instalação do empreendimento no município”, disse.

Sabino Costa elogia a visão do prefeito Madeira que entendeu “que o ator principal é o investidor” que proporciona a geração de novos postos de trabalho e de impostos ao município que resultam em benefícios sociais e na área de infraestrutura como a pavimentação de ruas e avenidas, construção de escolas e postos de saúde. “Esse investidor precisa realmente ter um tratamento adequado, diferenciado e ágil, pois na iniciativa privada a agilidade nos processos é indispensável”, afirma.

Desenvolvimento

Ele comentou ainda a explosão de progresso e desenvolvimento econômico que o município atravessa nesses últimos quatro anos na gestão do prefeito Sebastião Madeira. “Imperatriz tem algumas características e, ainda, costumo dizer que o estado do Maranhão ficou adormecido onde empresas e investidores não descobriram, mas agora despertaram para esse detalhe com volume muito grande de investimento ocorrendo em várias regiões do Maranhão”, disse.

Para ele, Imperatriz foi contemplada quando o grupo Suzano escolheu nossa cidade para instalar a maior fábrica de celulose e papel da América Latina, aspecto muito importante que trouxe outros pequenos investimentos para o município. “Existem mais empresas vindo e mais pessoas investindo em Imperatriz, a maior cidade do interior do Maranhão”, frisa.

Sabino Costa detalha que o evento realizado no auditório do Palácio do Comércio e Indústria (PCI) o grupo Suzano apresentou os resultados do Programa Capacitar, que ofertou cursos de qualificação da mão de obra em Imperatriz e da região Tocantina. “Esse projeto conta com apoio dos governos do Estado e do Município, mas é financiado principalmente pela Suzano, onde já qualificaram mais de 5.490 pessoas nos setores da construção civil e da manutenção mecânica, bem como na área de serviços”, disse.

Ele prevê que outros cursos preveem a qualificação de mais mil pessoas na área de serviços e operadores de máquinas pesadas (florestais), cujo aproveitamento de mão de obra em sua maioria será aproveitado pelo grupo Suzano, em Imperatriz. “Já existem pessoas contratadas e passando por estágios na empresa, fato considerado positivo”, completou.

Setor da construção civil está aquecido em Imperatriz


O secretário também observa que o setor da construção civil, que demanda muita mão de obra, está bastante aquecido em Imperatriz, principalmente com a construção de habitação populacional do programa ‘Minha Casa, Minha Vida’; condomínios, prédios comerciais e residenciais. “Temos ainda o lançamento constante de construções de alto padrão, com vários edifícios sendo construídos em Imperatriz”, diz.

Sabino Costa acredita que esse processo de desenvolvimento deverá se consolidar cada vez mais com o passar do tempo, com a expectativa de mais investimentos logo após o início do funcionamento da fábrica da Suzano, previsto para o final de 2013. “Várias outras indústrias, depois dessa da Suzano, virão para cá, trazendo mais desenvolvimento, emprego e renda para a população de Imperatriz”, concluiu.