10/23/2013

Revitalização do calçadão de Imperatriz deixa comerciantes otimistas


Depois de três décadas, maior centro comercial da região
ganha melhorias na infraestrutura.

O presidente da Associação dos Lojistas do Calçadão de Imperatriz, Marconi Marques, comemorou ontem o início das obras de revitalização da maior área comercial da cidade, que está sendo realizada pela Prefeitura, por intermédio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Sinfra). 

Considerada um grande shopping a céu aberto, a área do Calçadão que abriga mais de 160 estabelecimentos comerciais e outras dezenas de comerciantes informais, foi construída a pouco mais de trinta anos e desde então nunca havia recebido melhoria na infraestrutura.
Além da feição, a desobstrução do Calçadão, de acordo com Marconi, permitirá o acesso de veículos de segurança: Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU). A “linha de acesso” é resultado de um laudo elaborado e emitido pelo 3º Grupamento de Bombeiro Militar (3º GBM).

“A previsão é que até o final de novembro essa primeira etapa das obras seja concluída pelo Município de Imperatriz, porém queremos esclarecer à comunidade que o atendimento comercial continua funcionando normalmente”, esclarece.

Marconi Marques garante que o natal desse ano será mais iluminado que do ano passado, e convidou a comunidade a conhecer a nova obra de revitalização da área do Calçadão. “É um investimento espera durante décadas, mas que se transforma em realidade com o início dessas obras”, emenda.

Historia – A construção do Calçadão em 1979 foi motivo de grandes discussões e gerou polêmica, pois os comerciantes da época acreditavam que a obra iria trazer prejuízos, ou até mesmo ‘espantar os clientes’. Pelo contrario, nas ultimas três décadas, o Calçadão de Imperatriz se tornou referência no comercio varejista de toda a região Tocantina.


Motivo pelo qual o presidente da Associação dos Lojistas do Calçadão considera de suma importância a execução da “linha de acesso” destinada aos veículos oficiais para que, em caso de emergência, tenham acesso na Avenida Getúlio Vargas, na área do Calçadão. “Essa é uma medida preventiva, de segurança pública, considerada necessária para todos nós de Imperatriz”, finaliza. [ASCOM]