11/27/2013

CÂNCER: aprovada a quimioterapia e radioterapia na rede pública de saúde de Imperatriz. Serviço vai funcionar no Socorrão.



Em reunião realizada na tarde da última segunda-feira (25) por intergestores do Comitê Bipartite, em São Luis, no qual Imperatriz tem assento, foi aprovado o credenciamento dos serviços de quimioterapia e radioterapia na rede pública de saúde de Imperatriz. Com isso, o tratamento de câncer fica completo, não precisando que o doente busque tratamento fora do município.

Essa é mais uma vitória do prefeito Sebastião Madeira e da secretária municipal de Saúde, Conceição de Maria Madeira, que tanto lutou para que esse serviço fosse implantando objetivando atender à demanda que a cada dia aumenta na área de Oncologia. Nessa luta, a secretária destaca alguns parceiros, entre estes, a direção da AMPARE – Associação de Amparo aos Portadores de Câncer da Região Tocantina.

“A luta está apenas começando, mas podemos constatar que houve também avanços com aprovação da parceria com o governo do estado e para que possamos funcionar plenamente, falta apenas a parceria do governo federal que já nos foi garantida pelo ministro Alexandre Padilha em sua visita a Imperatriz”, comemora a secretária Conceição Madeira, ciente das conquistas da pasta que dirige.

O primeiro passo para a implantação da Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (UNACON) de Imperatriz foi dado em julho de 2013 com a inauguração do departamento para tratamento de pacientes com câncer, no Hospital Municipal de Imperatriz – (HMI).

A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), por meio da administração do Hospital Municipal, realizou a reforma e a readequação de 15 leitos que servirão para o atendimento de pacientes oncológicos, além de dois consultórios e uma recepção. As adequações foram feitas de acordo com as normas políticas da Rede de Doenças Crônicas da Oncologia definidas pelo Ministério da Saúde.

O projeto de oncologia para Imperatriz abrange a parte hospitalar – tratamento e Atenção Básica – prevenção. Já foi encaminhado ao Ministério da Saúde (MS), o laudo da vistoria feita nas dependências do HMI, pela Secretaria Estadual de Saúde e Vigilância Sanitária. A partir da disponibilização dos recursos, todo o tratamento de câncer, de quimioterapia, radioterapia e cirurgia, poderá ser feito em Imperatriz.

Hoje, o tratamento público do Câncer na cidade é incompleto já que só conta com a quimioterapia realizada no Hospital São Rafael graças a um convênio com o Governo do Estado. Tal situação faz com que pessoas, até mesmo de baixa renda, tinham que se submeter ao tratamento de quimioterapia e radioterapia em outros centros aumentando assim as despesas com o tratamento.

Essa deficiência no tratamento desse mal na cidade tem prazo para acabar. A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS) criou recentemente a Unidade Oncológica que tem á frente o oncologista Gumercindo Filho, que vai começar a realizar tanto a químio como a radioterapia. Com isso, não será mais preciso o deslocamento dos pacientes para outros centros.

O serviço vai funcionar no Hospital Municipal de Imperatriz - HMI numa ala já devidamente preparada. Falta somente, segundo a secretária Conceição Madeira, pequenos detalhes burocráticos para que o sistema de saúde passe a ofertar esse serviço. Um avanço para a cidade, um alívio para muitas famílias.

A parte preventiva já funciona bem na cidade e não resta dúvida de que essa Unidade Móvel, toda equipada, (que não caiu do céu) vai contribuir muito para melhorar e agilizar o diagnóstico e encaminhar os pacientes para o tratamento.

UNIDIADE MÓVEL

O ônibus é do tipo dois pavimentos equipado com sala de recepção, quatro consultórios, centro cirúrgico, sala de mamografia, sala de pequenos procedimentos e uma sala de coleta de prevenção (exame Papa Nicolau); além de um elevador para cadeirantes.

É disponibilizado nesta unidade atendimento com Mastologista, Ginecologista, Urologista, Cirurgião Geral, Dermatologista, Oncologista, Enfermeiro, Técnico em Enfermagem, Técnica em Radiologia e Assistente Administrativo a Unidade atuará na prevenção do câncer de pele, colo do útero, mama e próstata.

De acordo com a coordenação, a unidade passará por todos os bairros de Imperatriz, priorizando as áreas mais carentes, onde as pessoas tem menos acesso aos serviços de saúde no que se refere a prevenção e tratamento oncológico.
(Maria Almeida/Domingos Cezar/ASCOM)