11/26/2014

Mais de 500 casos de violência doméstica registrados em Imperatriz em oito meses, revela comandante do Terceiro BPM

O comandante do Terceiro BPM tenente-coronel Markus Lima, revelou ontem na abertura  da campanha dos 16 Dias de ativismo pelo fim da violência contra a mulher, que em oito meses a PM de Imperatriz  registrou pelo menos 537 casos de violência doméstica sendo 101 delas  contra mulheres, o restante foi contra crianças e idosos.
Os números, segundo o comandante, são  da “Ronda Domiciliar”  grupo estabelecido pela Polícia Militar para atuar na prevenção da chamada violência doméstica. Na oportunidade o oficial destacou esse trabalho realizado pelo Terceiro BPM ressaltando sua importância para a cidade e a necessidade para que este continue e se fortifique a cada dia.
Outra fala na abertura do evento que chamou a atenção foi da secretaria de Desenvolvimento Social, Miriam Ribeiro. Ela defendeu que além  do trabalho de repressão à toda forma de violência, é importante que se institua uma “cultura da paz”,  que na avaliação dela, passa  pela educação. “A repressão e a educação deve andar juntas” defendeu a secretaria.