11/04/2014

SAÚDE DO HOMEM: Secretaria Municipal de Saúde abre hoje programação do Novembro Azul


Com foco na Prevenção do Câncer da Próstata, o cronograma da campanha contempla desde palestras com urologistas do Município a mutirão de consultas e exames.

As atividades que compreendem uma série de ações voltadas para prevenção e promoção da saúde masculina iniciam na manhã de hoje, quando será declarada oficialmente a abertura do movimento Novembro Azul em Imperatriz. Participarão da cerimônia o Prefeito Sebastião Madeira, a Secretária de Saúde, Conceição Madeira e o Diretor do Hospital Municipal, Alisson Mota entre outras lideranças.

A exemplo dos anos anteriores a abertura conta com uma grande mobilização de profissionais da saúde, que disponibilizará aos participantes, consultas, solicitações de exames e encaminhamentos a especialidades médicas. Felipe Hanns, coordenador do Programa Saúde do Homem em Imperatriz, fala sobre a importância e a necessidade de se promover estas ações durante o novembro azul.


“Nessa mobilização do mês de novembro nosso foco principal é incentivar a população masculina a criar o hábito de procurar a saúde preventiva, então nada mais coerente que oferecer ao homem neste período a realização de consultas e exames de forma mais acessível. Para tanto, estamos com essa oferta tanto na abertura das atividades, quanto no decorrer do mês, além de dispormos de um laboratório exclusivo para análises dos exames, o que possibilitará entrega dos resultados em tempo recorde”, afirma.

Segundo Felipe Hanns, vale ressaltar que os serviços de saúde da Atenção Primária (consultas e exames preventivos da saúde masculina) são realizados periodicamente durante todo o ano, pela Rede Pública de Saúde, com o acompanhamento do Programa Saúde do Homem. “Porém neste mês é dada uma atenção especial a fim de despertá-los para a vigilância constante”, ressalta o coordenador.

Novembro azul é uma campanha mundial cujo objetivo é ressaltar a importância da prevenção do câncer de próstata, que de acordo com dados da Sociedade Brasileira de Urologia corresponde a mais da metade dos casos de câncer em pessoas do sexo masculino, entretanto, é uma doença de baixa mortalidade se for tratada adequadamente.

[Maria Almeida – ASCOM]