2/21/2015

"Inaugurar Escola é motivo de celebração" diz o presidente do Conselho Municipal de Educação. Madeira inaugura Escola Lia Evangelista no Itamar Guará


Essa foi a declaração do professor Juscelino Pereira, ontem pela manhã no Conjunto Itamar Guará durante a solenidade de inauguração da Escola Municipal Lia Evangelista, no instante em que saudava a entrega pelo prefeito Madeira e o secretário de Educação Zesiel Ribeiro de mais uma escola construída pela atual gestão.

Além da comunidade o evento foi prestigiado por secretários e uma grande delegação da Câmara Municipal representada pelos vereadores Adonilson, Antônio José, Zé da Farmácia, Pimentel, Teresinha Soares, Fátima Avelino, Fidelis Uchoa, Buzuca, Raimundo Roma e Enoc Serafim, este último com base eleitoral naquela comunidade.


A escola ampla e construída com recursos do Tesouro Municipal de acordo com o que preconiza o Ministério da Educação, vai atender 608 alunos. Conta com 11 salas de aula, secretaria, Diretoria (com banheiro para funcionários), Sala de professores (com banheiro e vestiário), biblioteca, cozinha (com banheiro para funcionários), depósito de materiais, dispensa, refeitório, seis banheiros femininos e seis masculinos para alunos, mais quatro banheiros para alunos com necessidades especiais.

Sobre a obra o vereador Enoc disse que no inicio do ano passado quando o bairro foi entregue para a comunidade os pais começaram a sair para outras localidades atrás de escolas pra que os filhos pudessem estudar, o edil procurou o prefeito e este o atendeu prontamente juntamente com o secretário de educação. 

O parlamentar compreende que existem necessidades ainda não atendidas no bairro, mas que todas serão sanadas e ao final agradeceu ao prefeito Sebastião Madeira e ao secretário Zesiel pela sensibilidade de terem percebido a necessidade da construção de uma escola ali tão logo para lá se dirigiram as mais de 1000 famílias que hoje habitam o “ grande Guará. “ Nós, enquanto comunidade, só temos a agradecer” Presente no evento o vice-prefeito Pastor Porto saudou a “ boa nova “ dizendo que se a educação é prioridade, podemos ter certeza de um futuro muito seguro e concluiu: "Lia Evangelista ter o nome nesta Escola foi uma decisão muito acertada porque ela de fato foi como servidora, alguém que por sua competência e excelência, resolvia tudo que se colocava em suas mãos".

Já o secretário de educação, professor Zesiel Ribeiro, resumiu a satisfação de inaugurar mais uma escola asseverando que "refletindo um pouco sobre a historia da escola que leva o nome de Lia Evangelista me orgulha muito ter recebido este desafio e estar devolvendo a escola entregue, pois a equipe da SEMED tem enfrentado grandes demandas e todas tem sido enfrentadas". Zesiel informou também que outra escola de educação infantil que fica ao lado do Bairro Itamar Guará será entregue dentro de 1 ano e que seria impossível fazer tudo isso sem o apoio dos vereadores.

Homenagens - 

Para o prefeito Madeira, a inauguração da Escola Municipal Lia Evangelista significa uma marco, pois já é a décima escola construída nesta gestão: "temos mais 10 para entregar já estão autorizadas as escolas do conjunto Sebastiao Regis e Canto da Serra, pois lá entregaremos as casas junto com as unidades de educação". Durante sua fala Madeira fez uma pausa para prestar duas homenagens. Á servidora do município Lia Evangelista, que deu nome à escola, e à sua ex-professora, com mais de 40 anos de magistério, Evane Santos. Presente no evento a professora Evane, que já foi secretaria municipal de educação, foi apanhada de surpresa pelo prefeito que ao mencionar seu nome disse: "Ela foi minha professora de Geografia no ginásio Bernardo Sayão e Também do Pastor Porto e em seu nome quero homenagear toda essa equipe maravilhosa da educação de Imperatriz".

Sobre Lia Evangelista, que morreu ano passado, o prefeito, diante dos convidados e dos familiares da homenageada falou da importância dela para sua gestão e para as gestões anteriores. O prefeito encerrou sua fala dizendo que: "A educação é feita por vocês professores, diretores e gestores. A escola é só um prédio, a educação é o que acontece dentro dessas paredes e quem faz isso são vocês",concluiu.



A homenageada.


LIA Nascida em 29 de janeiro de 1947, na cidade de Catolé do Rocha, sertão da Paraíba, Maria Evangelista de Sousa era conhecida como Lia desde criança. Em 1962, se mudou com seus pais e seus 8 irmãos para o Maranhão. Inicialmente o destino era Imperatriz, mas por falta de dinheiro a família se instala em São Domingos do Maranhão. 

Aos 16 anos começou a trabalhar em uma empresa local, e aos 20 já era representante de umas das mais importantes empresas de eletrodomésticos e gás do nordeste. Em 1972 se muda para Imperatriz e começa a vida vendendo perfumes de casa em casa e ainda no mesmo ano adentra a área aonde viria a se destacar, a contabilidade. A chance dada pelo então Juiz de direito, Ribamar Fiquene foi o suficiente para que ela mostrasse todo o seu talento e dedicação ao trabalho. E em pouco menos de dois anos é convidada para participar da fundação da Faculdade de Educação de Imperatriz (hoje UEMA). 

Em um período de 10 anos Lia ocupa cargos e funções na Escola Técnica Amaral Raposo, no Jornal do Tocantins e nas emissoras Curimã e Cultura. Em 1984 é convidada para ser a uma das primeiras mulheres a exercer um cargo de chefia na prefeitura de Imperatriz e toma posse como Secretária de Fazenda do Município. Em 1989 deixa o serviço público e abre uma confecção. Divorciada e mãe de quatro filhos. Estava entre os muitos empresários que quebraram em meados de 90, quando ela volta ao serviço público de baixo. Com o passar do tempo, o seu trabalho foi sendo novamente reconhecido e o seu profissionalismo e serviços prestados ao município ganham destaque. Lia faleceu em março de 2014 vítima de um câncer e depois de ser valorizada em vida pelo prefeito Sebastião Madeira, recebe essa homenagem póstuma.