3/02/2015

Merenda escolar beneficia mais 42 mil alunos em Imperatriz. Ao todo, sete nutricionistas executam ações de um programa especifico de alimentação escolar.

  A prefeitura oferece uma alimentação de qualidade nutricional e higiênica a todos os alunos matriculados na rede básica de ensino do município


*Luana Barros-

A Secretaria Municipal de Educação (SEMED) de Imperatriz garante o fornecimento de alimentação escolar balanceada aos alunos da Rede Municipal em todas as 152 unidades escolares, entre creches e escolas localizadas em bairros da zona urbana e rural de Imperatriz, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE), desenvolvido pelo Departamento de Nutrição integrado às ações do Setor de Apoio ao Educando.

Lindaianna Pereira de Sousa, diretora do departamento de Nutrição, observa que o trabalho realizado pela equipe composta por sete nutricionistas segue as recomendações da Resolução do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação nº 26/2013 e da Resolução do Conselho Federal de Nutricionistas nº 465/2010:


Nutricionistas da Semed 
 “O objetivo do Programa e por consequência do nosso trabalho é oferecer uma alimentação de qualidade nutricional e higiênica a todos os alunos matriculados na rede básica de ensino do município (152 escolas e 42.305 alunos). Para tanto a equipe de nutrição desenvolve diversas ações ao longo do ano, tais como: elaboração dos cardápios a serem servidos nas escolas com diferenciação por programa e faixa etária dos escolares (Creches, Educação Infantil, Ensino Fundamental, Educação Integral e Educação de Jovens e Adultos); capacitações para merendeiras (os) e gestores (as) escolares; orientação e supervisão das atividades de produção de refeições nas cantinas; aplicação de testes de aceitabilidade da alimentação oferecida; identificação dos alunos com necessidades nutricionais especificas; classificação do estado nutricional dos escolares e realização de ações de educação alimentarnutricional para a comunidade escolar, entre outros”.


Zesiel Ribeiro, secretário municipal de educação, esclarece que o fornecimento de alimentação escolar é fruto de parceria dos sistemas públicos de ensino e o Governo Federal por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar:

“O PNAE, implantado em 1955, contribui para o crescimento, o desenvolvimento, a aprendizagem, o rendimento escolar dos estudantes e a formação de hábitos alimentares saudáveis, por meio da oferta da alimentação escolar e de ações de educação alimentar e nutricional”.

*ASCOM