6/24/2019

São João A Gente Faz reuniu mais de 30 grupos folclóricos em cinco regiões da cidade

Caravana Junina também participou de programação na Avenida Beira Rio

Por Kayla Pachêco/Ascom-ITZ


Comunidade da Vila Lobão recebeu no sábado, 22, a quinta e última etapa do São João A Gente Faz. Comandada pela Jardineira da Roça, Caravana Junina percorreu cinco comunidades em diferentes regiões da cidade e contou com a participação de grupos folclóricos, quadrilhas e artistas locais. 

Programação idealizada pela Fundação Cultural iniciou no Parque Alvorada. De uma ponta a outra da cidade, passou pelos bairros Sebastião Régis, Conjunto Vitória, Santa Inês e Vila Lobão. A cada parada, Caravana celebrava espetáculos a céu aberto com a comunidade. Mas no Santa Inês houve um tema especial, prestar homenagem à mestra Dona Francisca do Lindô, uma das maiores folcloristas de Imperatriz falecida em 2017. Com olhos marejados, seu filho caçula, José Regivaldo Pereira da Silva, falou da simbologia do momento.

"Comecei a dançar aos cinco anos de idade, hoje meu filho Samuel tem cinco anos e já dança também, sinal que a cultura vai além de gerações. Por tudo que minha mãe lutou para manter viva a tradição, tornei-me folclorista também. Em 2017 quando ela faleceu, ficamos muito tristes, mas o pessoal da Fundação Cultural não deixou que o grupo acabasse e nos convenceu a dançar pra não deixar a tradição morrer. Hoje o grupo tem 30 integrantes, maioria da família, filhos, netos, bisnetos", contou ao agradecer pela homenagem póstuma concedida à sua mãe:

"Muito importante lembrar o prêmio, ficamos muito satisfeitos pela iniciativa. Ficamos felizes porque o nome dela vai continuar sendo lembrado e muitos outros grupos terão incentivo financeiro para continuar levando cores e ritmo às pessoas".

Além da realização da Caravana Junina, a Prefeitura também apoiou o Concurso Regional de Quadrilhas, promovido pela Federação de Quadrilhas Juninas do Maranhão no último dia 16, e a Vila Junina, organizada pela TVi neste domingo, 23, ambos na Avenida Beira Rio.

"Quero agradecer a toda a população que prestigiou essa linda festa. Também à equipe da Fundação Cultural, comandada pelo Buzuca, pela brilhante ideia dessa caravana que tem levado os festejos juninos aos bairros mais distantes do Centro, pois antes a festa era concentrada apenas na Beira Rio que também é um lugar bom, mas é distante de alguns bairros, por isso acatamos a proposta por democratizar o acesso às manifestações culturais", enfatizou o prefeito Assis Ramos durante arraiá da Vila Lobão.

Custeado pelo Fundo Municipal de Cultura, proposta da FCI é ampliar o projeto no próximo ano. "Esse projeto era um desejo nosso desde o ano passado, mas pelos desafios financeiros só foi possível agora graças à gestão municipal com a efetivação do Fundo Municipal de Cultura.

 Depois desses dez dias de intenso trabalho em prol da cultura dos festejos juninos, nossa equipe já fará avaliação dos resultados e começar o trabalho de organização das próximas edições, assim como dos demais eventos previstos para esse ano. A determinação do prefeito Assis é garantir acesso da comunidade às tradições culturais que constroem nossa história e manter vivas manifestações artísticas de nosso município".