7/16/2011

164 anos: Imperatriz de todas as raças de todas as cores. Imperatriz plural


 Negros, brancos, amarelos, mulatos... Imperatriz.

Imperatriz de todas as cores, de todas as tribos,  de todas as raças e todos os amores.

Imperatriz, Maranhão, Nordeste, América do Sul... Brasil...
Imperatriz do Rio Tocantins, das Praias, dos riachos e da Belém Brasília; da Praça de Fátima, do Calçadão, das peixarias, do Frei Epifânio, das paneladas das  Quatro Bocas, do viaduto, do entroncamento, da cavalgada...Do Corpo de Cristo.
Imperatriz do desenvolvimento, da renda e do emprego. 

Imperatriz do Elias do Boi, do Zé Lobo, do Chico da Banca, do Sidney Magal, da Caetana, do Pipoca , e da tantas outras gentes.

Imperatriz dos poetas, dos cantores , da Academias de Letras, do Salimp, da Fecoimp

Imperatriz da Ponte da Liberdade, Imperatriz de ontem, de hoje e do amanhã.
Terra bendita, bendita terra onde o sol e a chuva andam juntas. Imperatriz de muitas histórias e estórias ....histórias ruins, histórias boas...
Imperatriz do Presente, do futuro, do agora.

A vida pulsa em cada canto... No canto da nossa gente a alegria, a esperança de novos dias.

O povo conta e testemunha sua história....

Procópio, o Frei foi o instrumento.... O Rio Tocantins a via...A cidade nasceu forte. Faceira se esgueira na direção do rumo norte

O povo trabalha, corre, sua, luta, se orgulha daqui, e constrói a cidade que tantos queremos
...