1/03/2012

“Réveillon da Gente” levou uma multidão à Beira Rio




     
Domingos Cezar

            Com um público estimado em 30 mil pessoas, superando as expectativas dos organizadores, o “Réveillon da Gente” promovido pela Prefeitura de Imperatriz, por intermédio da Fundação Cultural, Assessoria de Comunicação e Secretaria de Governo, foi sem dúvida, um dos mais organizados, tranquilos e prestigiados dos últimos anos.

            Logo nas primeiras horas da noite já era grande a movimentação de pessoas de todas as idades, notadamente crianças acompanhadas dos pais, que se divertiam nos brinquedos de um parque infantil. Desta forma, antes mesmo dos artistas se apresentarem no palco montado estrategicamente no largo do Viva Beira Rio, o número de pessoas se avolumava a todo instante em frente ao palco.

            Primeira banda a se apresentar levando ao delírio – principalmente as pessoas das gerações 60 e 70 – foi a Diplomatas cantando músicas de jovem guarda, mas com passagem pelo pop rock dos anos 80. Depois foi a vez do cantor/compositor Washington Brasil, que está radicado há seis anos em Campinas (SP), que mostrou aos seus conterrâneos seu novo álbum musical de excelente qualidade.

            Seguindo a apresentação dos artistas da terra, Celim Galhães fez a “viagem” da multidão, depois Ed Franklin, o mais autêntico dos Brotheres, cantou músicas de sua autoria e de outros artistas, dentro de seu estilo romântico. Finalizando a primeira parte dos artistas locais, Zeca Tocantins e Neném Bragança incendiou a praça com frevos como “Farmácia do Ambrósio” e “De Brasília à Imperatriz, a arte nativa de Luís”.

              Minutos antes da virada do ano, o prefeito Sebastião Madeira, acompanhado da esposa Conceição de Maria Madeira, chegou acompanhado de outros secretários, para assistirem o show pirotécnico que começou exatamente à meia noite. Madeira foi recebido pelo presidente da Fundação Cultural de Imperatriz, Lucena Filho, pelo assessor-chefe de Comunicação, jornalista Elson Araujo e pelo secretário de Governo, Hudson Nascimento, os coordenadores do evento.

            Sebastião Madeira recebeu também os integrantes da Tribo de Jah, que sacudiu a multidão com suas “pedras” como “Babilônia em chamas”, “Lost man in babylon”, “Regueiros guerreiros”, entre outras. A banda que tem percorrido os quatro cantos do mundo tem a mesma formação: Fauzi Beydoun (vocal), Zé Orlando (vocal e percussão), Aquiles Rabelo (baixo e backing vocais), Frazão (teclados e backing vocais), Marlon Siqueira (guitarra), Neto Enes (guitarra e baccking vocais) e Joãozinho (bateria).

            Depois das “pedradas” da Tribo, o show ainda continuou madrugada adentro com a animação da Banda AP-604, que balançou a praça com seu pop rock. Um dos mais animados da noite, o presidente Lucena Filho extravasava alegria com a beleza da apresentação de cada um dos artistas. “Nunca tinha visto tanta gente dançando e cantando até mesmo com os cantores locais”, comemorou Lucena.

            Acompanhada dos filhos, a dona de casa Maria da Piedade Ferreira, 45, disse ter ficado maravilhada com a apresentação de todos os artistas, da beleza do show pirotécnico (queima de fogos) que durou em torno de 10 minutos, “mas gostei ainda mais da tranquilidade observada aqui na praça, até parece que as pessoas vieram para se divertir e para comemorar em paz esse novo ano”, afirma Maria da Piedade.

            A segurança do “Réveillon da Gente” em todo o espaço do Viva Beira Rio foi feita por 65 homens de 3º Batalhão de Polícia Militar. A propósito, a polícia informou que não foi registrado uma confusão durante a festa, o que demonstra que a estratégia montada pela Polícia Militar, com os coordenadores do evento funcionou a contento. O prefeito Sebastião Madeira vibrou quanto tomou conhecimento que a festa da virada transcorreu num clima de paz e alegria.