1/25/2012

Sete escolas de Ensino Fundamental, antes geridas pelo Estado, serão transferidas hoje para o município



Os secretários  Luis Fernando,  Casa Civil;  e João Bernardo Bringel, Educação participam do ato no auditório da Segov.

O secretário de Estado chefe da Casa Civil Luis Fernando, o secretário de Estado da Educação João Bernardo Bringel, amanhecem  nesta quarta-feira(25) em Imperatriz e entre os compromissos agendados assinam às 10h horas da manhã com o prefeito Madeira e o secretário municipal de educação Zeziel Ribeiro,  o termo de devolução ao município de  sete escolas, até então geridas pelo sistema estadual de educação. O ato será no  auditório da Secretaria de Governo, no segundo piso do Imperatriz Shopping, no centro.

 As escolas, anos atrás, foram objetos de uma política municipal que resultou na transferência, dos alunos e dos prédios, para a tutela do Governo do Estado. Uma delas foi a Escola Dorgival Pinheiro de Souza, que por ser hoje de ensino médio, não entrou na lista de devolução. Os termos da devolução foram acertados na semana passada em São Luis, pelo prefeito Madeira e a equipe de educação do Governo do Estado.

Pelo acordo serão devolvidas as escolas Rui Barbosa, Amazônia, Francisco Alves, Tancredo Neves, Adelina Lopes, São José do Egito e Santa Rita de Cassia.

 Com essas devoluções o município ganha mais 500 novos alunos do ensino fundamental. Ao contrário do que ocorreu no segundo ano da atual gestão quando o  Governo do Estado transferiu um quantitativo significativo de alunos do  fundamental para o município, dessa vez, segundo informa técnicos da Secretaria  Municipal de Educação, haverá uma compensação financeira para que o município não sofra prejuízo.

Em entrevista à imprensa o prefeito Madeira reiterou que  as escolas são de nível fundamental e eram de responsabilidade do Governo do Estado. Ele explicou o motivo da transferência. “No começo da semana eu e o secretário municipal de educação, Zesiel Ribeiro, estivemos em São Luís para oficializar a transferência de alunos, de turmas de Ensino Fundamental, de escolas da Rede Estadual para a Rede Municipal de Ensino de Imperatriz. A medida é resultado da decisão do Governo do Estado do Maranhão que, em 2012, dará prioridade ao Ensino Médio”, declarou Sebastião Madeira.

O prefeito explicou, ainda, que para que estes alunos sejam atendidos pela Rede Municipal foi necessário um acordo para devolução de prédios de escolas que eram municipais mas, há anos, estavam como propriedade do Estado do Maranhão.

“Grande Cafeteira” ganha escola de ensino médio.

Desde  quando era deputado federal que o hoje prefeito de Imperatriz recebia, por parte dos moradores da “Grande Cafeteira”, que envolve pelo menos  quatro bairros,  pedidos para que interviesse  perante o  Governo do Estado para que fosse implantado o ensino médio  naquele lado da cidade. Com esse acordo firmado  com o Governo do Estado, isso agora será possível já que  a Prefeitura cederá  12 salas de aula da Escola Municipal Paulo Freire, localizada na esquina da Pedro Neiva de Santana coma a Liberdade, e com isso os alunos daquele lado da cidade não terão  mais que se deslocar ao centro da cidade ou outras localidades da cidade para estudar.