4/24/2012



Assassinato: Maranhão se  surpreende com  a 
morte de Décio Sá.


Cala-se uma das “vozes” mais  polêmicas do jornalismo maranhense.  Décio Sá,  do Sistema Mirante de Comunicacão, conforme noticias oriundas da capital, foi morto a tiros  na  noite desta segunda-feira (23) no Bar Estrela do Mar, na Litorânea. 

Seis tiros teriam  sido disparados contra o jornalista por um homem que estava numa motocicleta.

Pelas informações apuradas até agora  aos perceber a vítima o matador atravessou a  avenida foi até o bar e ao constatar que se tratava do jornalista atirou seis vezes contra  ele não lhe dando qualquer chance de defesa. 

A arma usada no crime foi uma pistola ponto 40 de alto poder de fogo. Foram quatro tiros na  cabeça e  quatro tiros na cabeça.  Um outro criminoso teria dado suporte na fuga do assassino.

Pelo modo de agir dos matadores não resta dúvida de que se trata de um crime de encomenda restando à Policia do Maranhão o desafio de desvenda-lo.

Perfil 



Décio Tinha  o “faro” do bom jornalista e logo no início da carreira se inclinou para o jornalismo investigativo. Tanto que por algum tempo foi correspondente da Folha de São Paulo, no Maranhão.

A guinada na carreira deu-se com o advento do fenômeno dos blogs.  O jornalista começou a escrever na primeira pessoa .  Sem medo,  emitia opiniões levantando temas que poucos tinham coragem de fazê-lo.  No blog fez muitas denúncias notadamente contra políticos.  

Em pouco tempo o blog do Décio Sá virou  “case”  sendo o primeiro do Maranhão a ultrapassar um milhão de acesso por mês.

Não é segredo para ninguém, por seu estilo ácido e direto , Décio acumulou ao longo da “era do blog”   muitos inimigos e processos judiciais.

Décio Sá,   era formado pela Universidade Federal do Maranhão (UFMA) e acumulava quase 20 anos  de serviço no  Jornal o Estado do Maranhão. Também, vez por outra “atacava de comentarista  político na Rádio Mirante AM. Era casado e pai de um filho de oito anos.

Investigação 

O  Portal I. Mirante informou que o superintendente da Polícia Civil da capital, Sebastião Uchôa, informou que o Secretário de Segurança Pública Aluísio Mendes e os delegados Maymone Barros e Jeffrey Furtado estão no local do ocorrido. "Garanto que vamos descobrir quem cometeu esse crime cruel e quem foi o mandante", afirmou Sebastião Uchôa.

Repercussão em Imperatriz

O assassinato do jornalista e blogueiro Décio Sá repercute em Imperatriz. Na cidade mantinha laços de amizade com vários colegas de profissão, entre eles o titular deste blog;  o jornalista Coló Filho de O Progresso, e o fotografo Pinheiro que se tornou uma espécie de  colaborador direto do blog do jornalista.

O jornalista de São Luis, hoje morando em Imperatriz  Marcos Franco em sua conta  no facebook escreveu: Há poucos dias fiz um texto sobre os riscos dos blogs em Imperatriz, mas não postei por ter achado que eu mesmo exagerava na avaliação. Errei no local, mas a reflexão é a mesma. Infelizmente nosso colega foi executado. Décio era muito polêmico e corria riscos por isso. Aqui em Imperatriz a guerra dos blogs pode levar a uma situação igual, caso as pessoas não reflitam melhor sobre a falsa ilusão de poder que as pretinhas podem nos levar a ter.
Gil Carvalho do Tribuna do Tocantins pontuou:  Cara, ainda não acredito que mataram o Décio Sá. Que absurdo!

Antonio Pinheiro Silva( fotografo e blogueiro)  INDO TENTAR DORMIR, DEPOIS DO ASSASSINADO DO DECIO SÁ, VAI SER NOITE LONGA, SEMPRE MATINHA CONTATO TELEFÔNICO COM ELE SOBRE PARA FALAR DAS NOTICIAS DE IMPERATRIZ, MUITO REVOLTANTE UMA COISA DESÇA, QUE DEUS DER FORÇA A FAMÍLIA E MUITOS ANOS DE VIDA AOS JORNALISTA E BLOGUEIROS DO MARANHÃO.

Demerval Moreno  ex-Mirante, hoje no Estado do Pará
Décio de Sá é assassinado em S Luis - Ma. Um dos mais bem informados jornalistas do estado, que mantinha um blog com assuntos políticos na net, Décio se notabilizou pela polêmica. Ele teria sido vitima de uma emboscada


Décio Sá mantinha uma conta no facebook e assim como os demais blogueiros a usava para chamar atenção para os temas divulgados no seu blog...Essas foram as últimas