5/17/2012


Saúde da mulher movimenta mutirão no Grande Santa Rita

Na manhã de ontem (16) o Posto de Saúde do Santa Rita recebeu o Mutirão da Saúde da Mulher. O evento foi um sucesso, recebido de braços abertos pelos moradores. A data, já está marcada no calendário do bairro e serve para alicerçar ainda mais o vínculo existente entre as famílias e o poder público municipal, tendo como resultado, uma eficaz prestação de serviços, principalmente na área da saúde.

O dia das mães foi apenas uma maneira para homenagear todas as mulheres do bairro Santa Rita. O Mutirão de Saúde da Mulher foi o pano de fundo de mais este evento realizado pela Secretaria Municipal de Saúde de Imperatriz, que já percorreu os bairros Vila Nova, Milton Lopes, Cafeteira, Nova Imperatriz, Vila Lobão, São José e Nova Vitória.

A coordenadora do Posto de Saúde Santa Rita, Sandra de Souza Magalhães, disse na oportunidade, que os moradores do bairro Santa Rita foram contemplados com um belo café da manhã oferecido pela Prefeitura e pela Secretária Municipal de Saúde (Semus). Além disso, os atendimentos programados de odontologia, corte de cabelo, tratamento de beleza, vacinação, aferição de pressão e diversos outros procedimentos foram realizados com sucesso.

Atendimento

O Posto de Saúde do Santa Rita tem na sua área de abrangência o Grande Santa Rita, Boca da Mata, São José, Planalto, Santa Inês, Imigrantes, Ouro Verde e adjacências. As pessoas atendidas acabam por manter algum vínculo com o serviço ao longo do tempo, de forma que quando uma nova demanda surge esta possa ser atendida de forma eficiente.

O atendimento da Unidade do Santa Rita é agendado, no entanto, quando há casos de urgências ou emergências, estas são atendidas no próprio Posto e, em seguida, encaminhadas para o Hospital Infantil de Imperatriz (HII), Hospital Municipal de Imperatriz (HMI) ou Unidade de Pronto Atendimento (UPA).

“Entendo que o prefeito Sebastião Madeira e a secretária Conceição Madeira tentam dar o melhor deles para a população, colocando bons profissionais nas unidades”, afirma Sandra Magalhães. Para ela, “se a procura é grande nas Unidades de Saúde, é porque o serviço está sendo bem prestado para a comunidade. Caso contrário, não haveria tanta procura e muito menos tanta satisfação dos usuários”, declarou a coordenadora do Posto Rita. (Comunicação)