7/11/2012

As redes sociais no caso Pedro Paulo. Breve relato. 



Com o advento das redes sociais diminuiu ainda mais a distância entre o “ fato e informação”. Uma verdadeira revolução. 

É certo que na ânsia de “ informar” são cometidos exageros; divulgadas meias verdades e , até mentiras, no entanto, com o devido desconto,  rapidinho  a informação é disseminada. E o bom é que se o fato for realmente relevante e o leitor tiver um pouco de paciência de acompanhar os comentários que são  postados  ele mesmo termina “ por construir e extrair a essência da informação.  

Um exemplo clássico desse fenômeno  aqui em Imperatriz é o caso menino Pedro Paulo.  “Blogueiros e faceres”   saíram na frente antecipando fatos que a mídia convencional só “oficializou  na manhã de hoje.

O fato se repete agora com a notícia da prisão dos sequestradores. Já se sabe, por exemplo, que a quadrilha que sequestrou o garoto  é formada por  pelo menos seis  bandidos sendo um deles de Imperatriz morador do bairro Vila Nova. Fatos que somente amanhã estarão estampados nos jornais.  

Viva a revolução digital!