11/29/2012

Mais de cinco mil pessoas concluem cursos do Capacitar




Na manhã de ontem, Prefeitura e Suzano anunciaram o encerramento de dois módulos do programa

Denis Oliveira

Na manhã desta quarta-feira (28) a Suzano Papel e Celulose e a Prefeitura de Imperatriz anunciaram a conclusão de dois módulos do Programa de Capacitação de Pessoas (Capacitar). Ao todo, foram cerca de 5,5 mil novo profissionais formados nas áreas de Montagem Industrial e Construção Civil.

Além da Prefeitura e da Suzano, também participaram da realização do curso o Governo do Estado, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), o Instituto Federal do Maranhão (Ifma), a unidade local do Sistema Nacional de Empregos (Sine), a Associação Comercial e Industrial de Imperatriz (ACII) e o Sindicato dos Trabalhadores das Industrias da Construção Civil de Imperatriz (STICC).

Os cursos de Montagem Industrial e Construção Civil foram realizados nas cidades de Imperatriz, Açailândia, Porto Franco, João Lisboa e Governador Edson Lobão.

Representando a Suzano no evento, Elizabeth Silva lembrou que estes não são os únicos cursos de capacitação oferecidos em parceria com a empresa. “Também oferecemos, por exemplo, um curso no Ifma que capacitou técnicos em Celulose e Papel. Alguns destes alunos até já fizeram estágios em nossas indústrias, em Suzano, Limeira e Mucuri”, disse.

O prefeito de Imperatriz, Sebastião Madeira, lembrou o esforço que o município fez para que a empresa se instalasse na cidade, pensando na geração de empregos. Para ele, o objetivo está sendo alcançado, principalmente, devido aos cursos de capacitação que estão sendo desenvolvidos.

Madeira disse, ainda, que mesmo para os profissionais que ainda não estão empregados, a expectativa é que as coisas melhorem, com o aumento dos postos de trabalho. “Este é apenas o início. O que está acontecendo em Imperatriz terá consequência duradoura e desdobramentos que nós nem conseguiremos explicar. A fábrica da Suzano vai ficar pronta em cerca de um ano, mas a cidade continuará crescendo. A construção civil continuará avançando, prédios serão construindo, empregando milhares de profissionais”.

Suzano

A fábrica da Suzano em Imperatriz está em fase de construção, devendo entrar em funcionamento no segundo semestre do próximo ano. A unidade ocupa área de 180 hectares.

A empresa interessou-se em investir em Imperatriz atraída pela lei de incentivo ao desenvolvimento econômico (003/2010), de iniciativa do Poder Executivo aprovada pela Câmara. A lei beneficia, principalmente, as empresas que desejam se instalar na cidade ou que já estejam no município, mas pretendam expandir seus investimentos.

A vantagem concedida a estes empreendedores está na redução das taxas de impostos. O Imposto Sobre Transmissão de Bens Imóveis (ITBI), o Imposto Sobre Serviço de Qualquer Natureza (ISSQN) e o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) são alguns dos afetados.