2/17/2013

“Crack, é possível vencer”: Madeira indica representantes do município para participar de videoconferência sobre o programa


  
Reunido com executivos do Banco do Brasil na tarde da última sexta-feira o prefeito Madeira decidiu a participação da Prefeitura de Imperatriz na videoconferência sobre o programa do Governo Federal, Crack, é possível vencer, marcada para a manhã do próximo dia 19 no auditório da Agência Estilo do Banco do Brasil, na Bernardo Sayão.

Essa videoconferência contará com a participação da presidente Dilma Rousseff, do ministro da Justiça José Eduardo Cardoso; representantes da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, e integrantes dos programas e projetos da Secretaria Nacional de Segurança Pública.  

À Prefeitura de Imperatriz foi facultado a indicação de pelo menos 15 agentes públicos ou políticos para participar do evento.

“Mobilizamos nosso pessoal da saúde, educação e Desenvolvimento Social, que de alguma forma já realiza, por meios de diversos programas do município, ações no sentido do combate às drogas. Também convidamos autoridades do Poder Judiciário, Ministério Público e das policias Militar e Civil” informou o prefeito.

O objetivo da videoconferência será a apresentação detalhada do programa, e dissipar dúvidas quanto à sua execução, para que posteriormente seja elaborado um plano de ações para cada município de acordo com a realidade local.

 O prefeito disse que o programa abriga uma importância extrema, uma vez que por meio deste, o País voltará os olhos com mais acuidade e possibilidade de ações concretas para o combate a “esse flagelo que tem dizimado milhares de pessoas, milhares de famílias, vindo a produzir uma verdadeira nação zumbis” afirma.

O prefeito garantiu que da parte da Prefeitura dará todo o apoio para a elaboração de uma ação mais forte e eficaz, agora ancorado por esse programa federal, para enfrentar a luta contra  o crack.

Madeira lembra que na sua gestão já aderiu a diversos programas que de alguma forma já atuam no combate ao uso de drogas, entres eles o hoje denominado “Consultório na Rua” que faz um trabalho direto junto aos moradores de rua, maioria usuários. “Também já temos uma rede de saúde mental que conta até com as chamadas residências terapêuticas” informou o prefeito.

Da reunião com os executivos do Banco do Brasil sobre o programa “Crack, é possível vencer” participaram além do prefeito Madeira, a secretaria de saúde Conceição Madeira, a coordenadora Municipal do Programa de Saúde Mental, a psicóloga Isabela Godinho, e o secretário municipal de administração Iramar Cândido.
A execução do programa em Imperatriz será praticamente a mesma adotada nos outros municípios onde o programa já foi apresentado.  A Prefeitura terá de elaborar um plano de ação e apresentá-lo para cadastro até meados de março.

O programa abrigará pelo menos três eixos: autoridade, prevenção e cuidado. Depois disso o plano deverá ser avaliado pelo Governo do Estado, responsável pela realização de um diagnóstico para que o plano possa então ser executado. Cumpridas as formalidades, pelo que se apurou o município terá oficialmente aderido ao Programa e poderá receber recursos para realiza-lo.

O Programa – “Crack, é possível vencer” foi lançado ainda em 2011. Trata-se de um conjunto de ações do governo para enfrentar o crack e outras drogas. As ações visam uma conjugação de parcerias com os Estados, Municípios e sociedade por intermédio das quais é aumentada a oferta de serviços de tratamento e atenção aos usuários e seus familiares e a luta contra a oferta das chamadas drogas ilícitas por meio do enfrentamento ao tráfico. O programa também prevê ações de educação, informação e capacitação.