5/12/2014

A CORAGEM DE MADEIRA.


Quem faz política, a real política, entre outras qualidades, precisa ter coragem.  Coragem para dizer sim, coragem  para dizer não, quando necessários. Madeira teve coragem  de dizer sim  ao então  pré-candidato a governador  Luís Fernando, um homem sério  e honrado,   testado  diversas vezes como gestor, por acreditar no projeto que este conduziria e estava preparando para o Maranhão.   

O projeto da candidatura de Luís Fernando não prosperou. Madeira ficou com ele até a última hora. Foi-se o projeto, manteve-se a amizade e o respeito mutuo.

A mesma coragem que levou o prefeito de Imperatriz a ser o primeiro gestor do Maranhão a anunciar apoio a Luís Fernando é a mesma que o impeliu a dizer não ao projeto que o substituiu e optar, como já é de conhecimento de todos os maranhenses, pelo mesmo caminho de seu partido: o PSDB, partido do próximo presidente da República.  Madeira vai de Flávio Dino.

A opção de Madeira  por Flávio Dino é um ato de coragem e a prova de que quem faz politica com medo não avança, fica no meio do caminho e perde o respeito de quem nele confiou o voto.  O prefeito de Imperatriz dá um exemplo  para essa e futuras gerações de políticos.