5/07/2014

Setran realiza estudo para Monitoramento eletrônico do trânsito de Imperatriz.


O objetivo é instalar “pardais eletrônicos” em pontos estratégicos de ruas e avenidas de Imperatriz.

O reforço da fiscalização no trânsito nas principais ruas e avenidas da cidade pode ser incrementado com a instalação de “pardais eletrônicos”, segundo observa o secretário municipal de Trânsito e Transportes (Setran), José Ribamar Alves Soares, o cabo J. Ribamar.
Para ele, embora grande parte dos motoristas seja contrária à fiscalização eletrônica, essa ainda é um instrumento viável na prevenção e ajuda a evitar o excesso de velocidade, considerado um dos maiores causadores de acidentes, de acordo com os últimos dados estatísticos.

“Nós precisamos monitorar o trânsito, colocando fiscalização eletrônica em vários pontos estratégicos da cidade”, defendeu ele, que assinala como de fundamental importância a instalação de novos conjuntos semafóricos, descentralizando-o da área central e expandindo para os bairros de Imperatriz.

J. Ribamar assegura que reforçar o trabalho de fiscalização é outro instrumento que contribuirá para disciplinar o trânsito na cidade, assim como intensificar a campanha de conscientização da comunidade e dos condutores de veículos em Imperatriz, município que possui a segunda maior frota de veículos cadastrados no Maranhão.

Alerta – “Errar no trânsito pode ser fatal”, alertou, durante entrevista, o secretário cabo J. Ribamar que solicitou aos motoristas, principalmente motociclistas que façam uma profunda reflexão e busquem acompanhar os dados estatísticos e visitar o Hospital Municipal de Imperatriz (HMI), o Socorrão, para verificar a quantidade de pessoas mutiladas, vítimas de “erros ou de atos irresponsáveis” no trânsito de Imperatriz e de vários municípios da região Tocantina.


“É preciso reforçar a responsabilidade e de compromisso dos motoristas, pois o poder público não suporta mais a [grande] demanda e o cidadão ficando no prejuízo pessoal e material”, concluiu. [Gil Carvalho – Ascom]