6/16/2014

Prefeitura de Imperatriz adquire trator para auxiliar produtores da Agricultura Familiar


Para incentivar e auxiliar os produtores do município inseridos no Programa da Agricultura Familiar, a Prefeitura de Imperatriz investiu R$ 93.700,00 na compra de um trator CASE HI 80. A máquina é destinada para auxiliar os produtores no processo de preparação do solo para o cultivo.

De acordo com o prefeito Sebastião Madeira, a compra do trator foi feita com recursos do tesouro municipal e a principal motivação, partiu da necessidade de prestar maior apoio para os pequenos produtores, sobretudo para amenizar gastos durante o cultivo. Madeira garante que a participação dos pequenos produtores na produção local é de extrema relevância para a população e também para o comércio externo. “Hoje com a parceria que temos com o Governo Federal, a produção local dos integrantes da Agricultura Familiar tem tido um aumento expressivo. Além de atender as demandas locais, também tem abastecido as cidades adjacentes.”.

O prefeito destaca que a ação visa, sobretudo, facilitar a produção dos integrantes da agricultura familiar. De modo que os mesmo não precisem mais gastar como serviços, como por exemplo, aradagem de terra e aterro. O gestor assinala que uma das principais preocupações do município é garantir que o pequeno produtor tenha as condições necessárias para desempenhar o cultivo.Paralelo ao aumento da produção local dos produtores da Agricultura Familiar, nós temos aumentado nosso apoio para oferecer melhores condições no processo de produção. De modo que a compra desse trator representa essa preocupação da nossa gestão para com os pequenos produtores”.

Segundo o secretário adjunto da Secretaria de Abastecimento de Água e Produção (SEAAP),  Hélio Gregório, em média 500 produtores serão beneficiados com os serviços do trator. Ressalta também que o equipamento será utilizado tanto para o preparo do solo quanto para a colheita. “Essa máquina vem com adaptações tanto para o plantio, preparação do solo quanto para o processo de colheita. Isso vai proporcionar mais apoio para os pequenos produtores da nossa região que estão devidamente cadastrados e aptos para receber o auxilio do município”.

Hélio assinala que a compra do equipamento vai diminuir significativamente os custos da produção para os pequenos produtores. “Levando em consideração que o valor da hora custa em média R$ 150,00 e cada produtor precisa de aproximadamente 4 horas, esse apoio da prefeitura é de suma importância evitar que os produtores tenham gastos exorbitantes no processo de preparação do solo”.  E relação aos critérios para receber auxilio, Hélio reforça que a máquina será essencialmente para os produtores que estão inseridos no Programa da Agricultura Familiar. E ressalta que somente técnicos da prefeitura serão reesposáveis pelo manuseio e também manutenção da máquina será.

Para o pequeno produtor rural, José Freitas, a iniciativa vai facilitar o cultivo e garantir mais eficiência no plantio e na colheita, além reduzir custos. “Gastos com trator tem sido uma das principais dificuldades para nós que somos produtores. Mas agora com a compra desse equipamento, certamente teremos mais facilidade para plantar e também para colher”.

Eva Fernandes - ASCOM