12/16/2014

Em um ano Unidade Móvel Oncológica da Prefeitura já realizou mais de 15 mil atendimentos



Cerca de 20 bairros foram beneficiados com a passagem do ônibus que atendeu usuários das Unidades Básicas de Saúde nas regiões da Grande Vila Nova, Vila Cafeteira e Santa Rita.

Segundo o relatório da coordenação da Unidade Móvel Oncológica enviado a Secretaria Municipal de Saúde esta semana, foram realizados 16.626 procedimentos no ônibus que atua na prevenção e combate ao câncer na cidade de Imperatriz, graças à parceria da Prefeitura Municipal, Fundação Pio XII (Hospital de Câncer de Barretos) e Cia Vale do Rio Doce - que fez a doação do veículo modificado e equipado para atendimento.

Com atividades iniciadas em dezembro de 2013, a Unidade Móvel opera com realização de consultas, e exames da próstata (PSA), Papa Nicolau (prevenção), biopsia de pele e mamografia. “Nós temos conseguido diminuir as demandas das Unidades Básicas de Saúde, além de incentivar a procura pelos serviços por parte dos homens”, observa a coordenadora da Unidade, Vilenice Batista.

A secretária de Saúde, Conceição Madeira afirma que a Unidade é um serviço reforçou o atendimento já oferecido pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Imperatriz ampliando a assistência à população. “Nós aumentamos o número de exames ofertados na rede pública, facilitando o acesso de quem necessita fazer exames preventivos do câncer, e o que é mais importante com uma estrutura bem equipada”, lembrou a secretária ao ressaltar que o atendimento no ônibus contempla desde a consulta ao acompanhamento e ao tratamento das patologias diagnosticadas.

Atendimento

Até 19 de dezembro desde ano, a Unidade continua atendendo em frente à Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Santa Rita. Dia 20 entra em recesso de final de ano, e retoma atendimento dia 05 de janeiro de 2015 na UBS Milton Lopes (Posto Cumarú) – onde atenderá moradores do bairro Bacurí e adjacências que compreende Parque do Buriti, Centro, São José do Egito, Caema, Vila Leandra e etc.

A unidade móvel 

O ônibus modificado, que custou R$ 2,3 milhões, foi financiado da Fundação Vale e equipado pelo Hospital de Câncer de Barretos (Fundação PIO XII Barretos), que também capacitou os profissionais que irão trabalhar e manusear os equipamentos. O veículo de dois andares foi dividido contando em sala de espera com TV; outra de mamografia (com mamógrafo de última geração); uma de coleta de colpocitologia, para realização do Papanicolau e há ainda a sala de exame de pele e um centro cirúrgico.

[Maria Almeida – ASCOM]