12/28/2014

Um salve a Flávio Dino


Compreendo que qualquer tipo de liderança só tem sentido se houver uma influência positiva no ambiente em que esta é exercida; seja no corporativo, politico, ou mesmo na mais simples associação de moradores. Que graça tem tornar-se uma liderança ter a oportunidade de mudar para melhor  o status quo e não fazê-lo? É preciso justificar a graça de se tornar um líder, que para mim, tem o sentido de missão.

Saúda-se neste momento o novo líder do povo maranhense,  o governador Flávio Dino que pelas qualidades que encerra tem a oportunidade  de encarnar, finalmente  o  espirito da mudança tão almejado por todos nós.  Flávio chega com força popular,  apoio político e com uma grande responsabilidade: a de não repetir os mesmos erros de outro líder político que surgiu  anos atrás

A história do Maranhão registra que Há 50 anos uma jovem e emergente liderança chegava ao comando do Estado, também com forte apoio popular. José Sarney foi eleito governador dando fim a 20 anos de domínio político liderado pelo draconiano Vitorino de Brito Freire.  2014 é o ano em que os livros de história vão registra que outro jovem e promissor político chamado Flávio Dino, pôs a termo os 50 anos de domínio político no Estado iniciado nos idos de 1960. Novas perspectivas, esperanças renovadas de um Maranhão mais justo para todos.

A eleição de Flávio Dino para o Governo do Maranhão é um acontecimento histórico que merece ser celebrado por tudo que representa. Tão histórico como  a queda do vitorinismo  que naquela ocasião  acabou por conduzir seu timoneiro a uma  trajetória política que o levou à Presidência da República,  contudo sem a “graça” de tirar o Maranhão da lista dos piores índices de desenvolvimento social/humano do País.  Admita-se: era para estarmos bem melhores

Num momento em que o mundo, o Brasil e o Maranhão sofrem com a carência de líderes Flávio chega e assume o cargo máximo do Executivo, tendo assim a oportunidade de  exercitar os talentos acumulados como filho, pai e chefe de família; estudante, professor, magistrado;  deputado federal e presidente de autarquia federal.

A família do governador  e sua causa passam a ser o povo maranhense, e para exercer tal liderança deverá abrir espaço para o desenvolvimento de outros talentos que devem ser cultivados por aqueles que se propõem a liderar, principalmente um Estado com  carências múltiplas como o Maranhão. O Maranhão, ressalte-se é  uma boa causa, e uma causa para ser boa, para ser autêntica precisa ser relativamente despida de qualquer interesse pessoal. Relativa porque a única satisfação tem de ser a do dever cumprido e do, ou dos  bons resultados coletivos apresentados. 

Flávio Dino chega ao governo do Maranhão com um discurso de renovação e com uma plêiade de compromissos que se houver condições de serem cumpridos dívidas históricas do Palácio dos Leões, notadamente com o interior do Estado começarão a ser pagas. Historicamente a costa sempre esteve de costas para o interior. Esse é um equívoco histórico que precisa ser corrigido.  Não é à toa, portanto,  que por conta desse abandono há quase 200 anos há o sonho latente pela divisão do Estado.

Minha tese é de que a bandeira da mudança, da transformação, tem de ser assumida agora não só pelo novo governador, mas pelo povo, e uma vez  assumida que  seja numa atitude responsável e diária daqueles que  desejam  uma sociedade justa, livre e fraterna.

Nós, maranhenses, deveríamos, entre tantas outras, empunharmos  essa causa e a ela soltar apenas quando de fato o Maranhão começar a se transformar, mas uma transformação de verdade.  O bom é que não é difícil se apaixonar pela boa causa do Maranhão e dele nos orgulharmos; defendê-lo, sempre que for preciso. Nosso Estado tem presa.

Por fim,  diria que dia cinco de outubro de 2014 último deve ser reverenciado como o dia em que os maranhenses disseram um sim maiúsculo àquele que corajosamente se apresentou  como um  instrumento de libertação do Estado e o arquiteto da construção de um novo Maranhão.

A cidade de Imperatriz sente-se honrada de ter contribuído sobremaneira para o  início da construção desse novo edifício e espera uma retribuição a sua altura. O  edifício a ser construído é moderno e amplo aguarda-se, portanto, um espaço de destaque não só para imperatriz, mas pra todas as regiões do Maranhão.


Seja bem-vindo governador Flávio Dino, Imperatriz e a região tocantina lhe saúdam com alegria e esperança.