1/29/2015

Associação Maranhense de Advogados inicia nesta quinta-feira atividades em Imperatriz, e Centro de Estudos Constitucionais lança Revista Juris.

                                          Charles Miguez, advogado.


Entidade fará homenagem póstuma ao advogado Lula Almeida.

A Associação Maranhense de Advogados (AMAD)  inicia suas atividades em Imperatriz nesta quinta-feira, 29, com a posse da diretoria da seção local,   às 19h30 no  Salão de Eventos  do Hotel Posseidon.   Os diretores  estaduais da entidade,  os advogados  João Batista Ericeira, Roberto Feitosa, Alex Murad,  Roberto Meneses,  Antônio Américo,  e Sérgio Tamer, este último cidadão imperatrizense,   desembarcam  hoje pela manhã  na cidade.

O evento, segundo informa o advogado Charles Henrique Miguez  Diaz, que vai dirigir a entidade em Imperatriz, será dividido em  quatro  momentos: a posse da primeira diretoria, a palestra “ a reforma política para o Brasil”,  uma homenagem póstuma ao advogado Lula Almeida, e o lançamento da Revista Juris.

A Revista Juris, a primeira publicação de cunho inteiramente jurídico do Maranhão, é editada pelo Centro de Estudos Constitucionais de Gestão Pública, sediado em São Luís e  já está  na sua quarta edição.

Já o homenageado, Lula Almeida  era secretário de governo e projetos estratégicos da gestão do prefeito  de Imperatriz Sebastião Madeira e sócio fundador da Unisulma,  instituição de ensino instalada em Imperatriz há dez anos e que já formou dezenas de profissionais do Direito.  Lula era entusiasta , e um estudioso  do Direito Constitucional  e do Direito Público, tendo atuado nessa área durantes anos no Maranhão.

O advogado Charles Miguez, ex-conselheiro estadual da OAB do Maranhão,  disse que a Seção Imperatrizense da Amad será mais um instrumento de apoio aos advogados da cidade e seguirá os moldes do Instituto dos Advogados de São Paulo que dentre seus propósitos estatutários consta o estudo do Direito, a difusão dos conhecimentos jurídicos  o culto à Justiça, a sustentação do primado do Direito e da Justiça; e a defesa do estado democrático de direito, dos direitos humanos, dos direitos e interesses dos advogados, bem como da dignidade e do prestígio da classe dos juristas em geral.

O diretor do Centro de Estudos Constitucionais e de  Gestão do Maranhão (Cecgp)   e ex-secretário de Estado  da  Justiça e da Administração Penitenciária (SEJAP), advogado Sérgio Tamer, , acompanhado  do vice- presidente da  AMAD, Roberto Feitosa,  já estiveram algumas vezes em Imperatriz  num trabalho precursor de divulgação da Amad,  do Cecgp e da Revista Juris.


A REVISTA
                                           Sergio Tamer e Roberto Feitosa
Sobre o lançamento da revista em entrevista à imprensa Sérgio Tamer informou que “Imperatriz será a segunda cidade que vai receber o lançamento da publicação  pela sua importância no Estado e pelo número de advogados e acadêmicos de Direito que  aqui atua” disse.

Segundo ele a publicação  tem como finalidade  dar conhecimento para o meio jurídico do Maranhão e do Brasil da produção acadêmica dos juristas do estado. Disse ainda que aquilo que o desembargador, o defensor público, o promotor, o advogado e o professor da área do Direito produzem será informado pela revista.


“A revista Juris servirá também de apoio para divulgar as atividades da Associação Maranhense dos Advogados, como também do Centro de Estudos Constitucionais e de Gestão Pública, criada no Maranhão e da qual sou presidente”, disse Tamer.