1/30/2015

Sebrae apresenta Programa Sebraetec para empreendedores de Imperatriz


Programa busca promover a inovação e a tecnologia nos pequenos negócios.

Da Assessoria

A Unidade Regional do Sebrae em Imperatriz apresentou, na última sexta-feira (23), em uma reunião realizada na instituição, que contou com a presença de micro e pequenos empresários, o Programa Sebraetec, que é desenvolvido pelo Sebrae com intuito de proporcionar inovação e tecnologia para os pequenos negócios.

O coordenador estadual do Sebraetec, João Berto, foi o responsável por apresentar as oportunidades geradas a partir do programa e, além disso, ouviu as demandas das empresas presentes. “O programa Sebraetec vem atuando no incentivo de práticas inovadoras dos processos produtivos das empresas. São inúmeras as oportunidades oferecidas por esse programa através de clínicas tecnológicas, consultorias especializadas, dentre outros serviços”, esclareceu e informou que neste primeiro momento, serão trabalhadas as consultorias “Como melhorar sua marca”, “Redes sociais”, “Boas práticas de manipulação de alimentos”, “Vitrinismo e layout de loja”.

O empresário Gerson Miranda ressaltou a importância desse programa para os pequenos negócios. ”Esse programa é bastante inovador e essa reunião de apresentação do projeto foi de suma importância para que nós pudéssemos entender como funciona essa ferramenta do Sebrae, além de, conscientizar a nós, empresários, de como a tecnologia pode ser usada a nosso favor, tanto na melhoria da empresa quanto na prospecção de novos clientes”, enfatizou o empresário.

Ao final da reunião, os empresários interessados no programa preencheram uma ficha ressaltando quais as demandas da sua empresa, para que futuramente possam receber a visita da equipe do Sebrae.


De acordo com dados do Sebrae, o programa Sebraetec tem se consagrado como uma importante ferramenta de disseminação de tecnologia, pois ao financiar até 80% dos projetos de inovação e tecnologia para os pequenos negócios, facilita a vida dos empresários que, sem esse programa, não conseguiriam implantar soluções inovadoras nos seus empreendimentos, chamando atenção para o fato de que a empresa não precisa ser grande, nem fazer grandes investimentos para inovar.