4/13/2015

Prefeitura oferece apoio para pequenos produtores aumentarem o cultivo


O benefício está voltado para o fortalecimento da Agricultura Familiar em Imperatriz.  

Você sabe como e onde buscar apoio para plantar, feijão, milho e verduras? Este ano, o valor do recurso do Programa de Aquisição de Alimentos PAA - modalidade compra local, foi ampliado para nove milhões e trezentos e trinta e sete mil e quinhentos reais e vai beneficiar produtores da Agricultura Familiar em Imperatriz.

PAA é um Programa do Governo Federal que disponibiliza recursos para o desenvolvimento da agricultura. Se você é agricultor, e deseja melhorar de vida, essa pode ser uma boa oportunidade. Além de aumentar o cultivo, você pode se tornar comerciante e ter uma renda melhor. As familias cadastradas vão receber anualmente entre R$ 5.500,00 a R$ 27.500,00 no período de cinco anos.

D acordo com o secretário municipal de Agricultura, José Fernandes, a parceria entre os governos, Federal e Municipal visa, sobretudo, garantir qualidade de vida e promover o cultivo de legumes, frutas e hortaliças. Ele ressalta que integrantes do Programa já tiveram a oportunidade de melhorar de vida. “Tem produtor que hoje se mantém com os resultados do próprio cultivo. Lembrando que nós oferecemos todo o suporte necessário a todos os pequenos produtores que fazem parte do Programa da Agricultura Familiar do nosso Município”.

Para participar do Programa, é necessário fazer o cadastro em uma associação de produtores rurais. Os documentos exigidos são: RG, CPF, e a DAP - Declaração de Aptidão ao Pronaf. Após validação do cadastramento, o agricultor fica apto a receber o benefíco e contribuir para o aumento da produção agrícola no município. 


GerenciamentoOs participantes do programa têm acesso ao beneficio por meio do Cartão do Programa PAA. Os depósitos destinados para a compra são realizados diretamente nas contas dos produtores. Parte do cultivo dos agricultores é comprado pela prefeitura e direcionado para o abastecimento das escolas do município e também dos asilos, bancos de alimentos, creches, e do Restaurante Popular. Em média 800 toneladas de alimentos são compradas dos produtores e distribuídas para instituições de responsabilidade do município. Eva Fernandes (ASCOM)