6/04/2015

Cemar alerta sobre incêndios envolvendo o uso de energia elétrica



Empresa dá dicas de como se prevenir de acidentes dentro de casa

Eletricidade é coisa séria e pequenos hábitos podem provocar acidentes fatais, já que em algumas situações, não é dada a devida importância para a energia elétrica, como por exemplo, sobrecarregando as tomadas dentro de casa. Um dos acidentes mais comuns são os curtos-circuitos que além de causar incêndios, podem também ocasionar a morte de quem está por perto.

Instalações elétricas mal conservadas ou danificadas podem gerar acidentes, mas é possível evitar. O executivo de segurança da Cemar Francisco Ferreira alerta que o banheiro é um lugar que merece muita atenção, principalmente por parte das mulheres, que costumam utilizar eletrodomésticos como chapinhas, secadores de cabelo, equipamentos de depilação por exemplo. “Utilizar a chapinha no banheiro com os pés descalços, aumenta o risco de choque elétrico. É importante que a pia, normalmente utilizada como apoio, não esteja molhada e a dica primordial: jamais esqueça esses aparelhos ligados”, alerta o especialista.

Para a Companhia, também existem outras dicas úteis que podem contribuir para a segurança da família:

·  Não colocar objetos metálicos nos orifícios das tomadas.
·  Contratar um eletricista devidamente habilitado para verificar e fazer manutenção na fiação elétrica da sua casa, pelo menos a cada 05 anos. O aterramento das tomadas e equipamentos também deve ser verificado;
·  O uso do T (ou benjamim) não deve ser em caráter definitivo, pois pode sobrecarregar o circuito elétrico interno, dando origem a princípios de incêndios, problemas nas instalações elétricas e danos aos equipamentos;
·  Não mexer na eletricidade da sua casa sem desligar a disjuntor ou chave central. Ao fazer a troca de lâmpadas desligue o disjuntor geral e não toque na parte metálica. Segure sempre a lâmpada pelo bulbo (a parte de vidro);
·         Utilizar somente equipamentos que tenham o selo de qualidade do INMETRO.
·         Não permitir que crianças mexam nas instalações elétricas e mantenha as tomadas que não estejam em uso com as proteções de segurança.



Assessoria de Imprensa da Cemar