9/22/2015

SEMUS entrega 49 cadeiras de rodas pelo Sistema Único de Saúde


A Secretaria Municipal de Saúde (SEMUS), por meio do Programa Órtese e Prótese, entregou na última sexta feira (18), 49 cadeiras de rodas para pacientes com mobilidade reduzida. O objetivo é proporcionar mais qualidade de vida aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) por meio de entrega de Cadeiras e também, Órteses, Próteses, Materiais Especiais, e Adaptação Postural em Cadeira de Rodas.

Desde o início da gestão do Prefeito Sebastião Madeira, a SEMUS administra o Programa Órtese e Prótese do Governo Federal, cadastrando e entregando centenas de peças confeccionadas sob medida a pacientes que tem seus membros amputados. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 70% da população tem seus membros mutilados de forma traumática.

Além destes existem ainda os pacientes vítimas das doenças que causam perda de alguns movimentos. O aposentado Antonio Carvalho da Silva faz parte dessa estatística e viu na Secretaria a oportunidade de ter suas ‘novas pernas’ – como ele classificou a cadeira de rodas que recebeu. Vítima de Acidente Vascular Cerebral, o aposentado teve o movimento dos membros inferiores reduzidos ao cair dentro de casa e quebrar o fêmur.

Ao falar da importância de receber a cadeira o aposentado ressaltou sua alegria, fazendo uma comparação: “Bom demais, estou muito satisfeito. É a mesma coisa de dizer que chegou o remédio na casa do doente!”. O aposentado informou ainda que nem acreditava que receberia devido ‘ser de graça’, e enquanto esperava, ele se locomovia com ajuda de muletas ou em uma cadeira de rodas que pegou emprestada de um vizinho.

A coordenadora do Programa, Marlene Diniz, explica que os beneficiados com a entrega tanto das cadeiras de rodas quanto das órteses e próteses, são pacientes cadastrados no programa. “Todos os dias nós atendemos diversos pacientes que nos procuram. Estes então são cadastrados e damos inicio ao processo de cada um para que possamos entregar no menor tempo possível”, informa.

Ela ressalta ainda que o trâmite desde a entrada no processo até a entrega das cadeiras, não é tão simples, tendo em vista que não se pode fazer compra por dispensa de licitação. “Às vezes fazemos processo licitatório para aquisição de uma única cadeira, mas vale alertar que ao dar entrada no pedido lá conosco, necessitamos de laudo do médico, porque as cadeiras são adquiridas de acordo com as especificações exigidas pelo especialista e sob medida”, esclarece a coordenadora.


O Programa Órtese e Prótese do Município que funciona no Prédio do Centro de Saúde Três Poderes, atende a 45 cidades da regional, e vem devolvendo alegria a diversos pacientes que vêem nesse programa a oportunidade de ter seus movimentos recuperados por meio da tecnologia, seja usando uma prótese ou com auxílio de uma cadeira de rodas. Em sua maioria eles perderam seus membros (inferiores ou superiores) e não tem condições financeiras de adquirir uma prótese por conta própria. [Maria Almeida – ASCOM]