10/29/2015

Edição 2015 do Projeto “Arte e cidadania nas Escolas” entra na sua reta final



Iniciado em 2009 o projeto Arte e Cidadania nas Escolas já percorreu cerca de 120 escolas levando livros, CDs, apresentações culturais e vivências com escritores para as comunidades escolares de Imperatriz e até cidades vizinhas. O projeto entra e sua reta final este ano, e depois de visitar a Centro Educacional Vitória, no Conjunto Vitória, arruma as malas e vai para a Zona Rural de nossa cidade.     

Segundo Lucena Filho, presidente da Fundação Cultural, o projeto tem democratizado o acesso a diversos bens e produtos culturais da região, aproximando alunos das escolas públicas com os valores e atores da cultura. “Nosso calendário está chegando ao fim este ano, e ao longo da existência do projeto estamos conseguimos contemplar quase que todas as escolas municipais e atender também algumas estaduais. Estivemos de uma ponta a outra da cidade e nosso objetivo é levar a cultura para toda a parte”, afirmou o presidente.    

Nesta quinta-feira (30), o projeto estará na escola municipal Dom Pedro I, no povoado de Coquelândia e nas semanas seguintes passará também pelas escolas Vital Brasil e Luiz de França Moreira. Para o coordenador do projeto o cantor e poeta Zeca Tocantins o projeto tem desempenhado o papel fundamental de aproximar os alunos e professores dos produtos e produtores culturais de Imperatriz. “É um momento de troca, onde levamos os livros e os autores do livro para encurtar essa distância que existe entre obra, autor e leitor”, afirmou o coordenador.      

Neste ano, a vara da infância, capitaneada pelo juiz Delvan Tavares, junto dos Comissários da Infância continuam com o trabalho de formação cidadã, com foco no combate ao uso de drogas através de um material preventivo da Secretaria Nacional de Políticas sobre Drogas, levando informação e esclarecimentos aos estudantes. [Antonio Fabrício – ASCOM]