10/20/2015

Servidores do Município ajudam TRE no processo de recadastramento biométrico


A prefeitura disponibilizou 50 colaboradores para auxiliar o órgão no processo de aceleração de coleta dos dados. 

Até o final deste ano todos os eleitores devem realizar o recadastramento biométrico, pois o mesmo já valerá para as eleições de 2016.  Em função disso, o Tribunal de Justiça Eleitoral (TRE) solicitou apoio do Município para ajudar na ação que visa acelerar a coleta de dados de todo o eleitorado do Município. Mediante isso a Prefeitura disponibilizou 50 servidores. Os mesmos já estão trabalhando para garantir a meta de cumprimento do TRE prevista para dezembro.

De acordo com o secretário de Municipal de Administração e Modernização Iramar Candido, os servidores disponibilizados pela Prefeitura, já estão atendendo as demandas do TRE em Imperatriz.  Segundo ele a contrapartida do Município vai dinamizar o trabalho que está sendo realizado pelo órgão, sobretudo aumentar o número de atendimento e assim garantir mais rapidez na coleta das informações. “Temos 50 colaboradores ajudando neste processo. É um trabalho de grande relevância para a nossa cidade. Pois se trata do exercício da cidadania, de modo que o Município não poderia de forma nenhuma se eximir de prestar o apoio solicitado pelo órgão responsável, o TRE.”.   

O chefe do cartório da 33ª zona eleitora, José Sousa, ressalta que todos os eleitores têm que comparecer à Justiça Eleitoral para revisar seus dados e as digitais e faciais. “Todos os 165 Município do Maranhão vão passar por essa revisão obrigatória”. E acrescenta “nós estamos numa fase em que o segundo maior colégio eleitoral, no caso, Imperatriz passa por essa revisão obrigatória com inclusão dos dados faciais e biométrico também”.

SAIBA MAIS - O recadastramento está sendo realizado na Unidade Regional de Educação, de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h. É necessário apresentar a  cópia e original de documento de identidade com foto, comprovante de residência. Para os  Homens nascidos até 31/12/1995, que irão tirar título pela 1ª vez, a apresentação do comprovante original de quitação militar, bem como a cópia do mesmo.

Para os casos de eleitores de outros municípios - que quiserem solicitar transferência dos títulos para Imperatriz – serão exigidos documentos de comprovação de residência na cidade de no mínimo três meses.


Eva Fernandes (ASCOM)