10/20/2015

Blitz marca Dia Mundial da Alimentação


A ação foi  realizada na Praça de Fátima, juntamente com uma exposição de hortifrúti, dos produtores da agricultura familiar.

Com tema:“Proteção Social e Agricultura: quebrando o ciclo da pobreza rural”, a Secretaria de Desenvolvimento Social (SEDES) através da Superintendência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, em parceria com o Conselho municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (COMSEA) e Secretaria de Agricultura, promove hoje (20) Blitz alusiva ao Dia mundial da alimentação oficialmente comemorado no dia 16 de outubro.

A Blitz será realizada nos cruzamentos da Praça de Fátima, Centro de Imperatriz, com distribuição de panfletos, orientações e esclarecimentos sobre a Agricultura Familiar promovida na cidade, sobretudo, sobre o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), entrega de lanche natural, além de uma exposição de hortifrúti, produtos dos agricultores da agricultura familiar. Será a partir das 8h.

A ação tem por finalidade chamar a atenção do mundo sobre o papel crucial desempenhado pela proteção social na erradicação da fome e da pobreza.Alertar para a necessidade da produção alimentar, além de orientar sobre uma alimentação saudável na busca de qualidade de vida e combate de doenças.

O que é o PAA?

Em Imperatriz, o PAA participa na modalidade “Compra antecipada com doação simultânea”, e trata-se de um programa de compra direta de alimentos produzidos por agricultores familiares e distribuídos a entidades civis sem fins lucrativos que os redistribuem às pessoas que vivem em situação de insegurança alimentar.

No Município de Imperatriz este Projeto é composto por 4 Associações, sendo beneficiados 240 produtores e 167 entidades, beneficiando cerca de 27.352 pessoas.


O programa é subordinado à Superintendência Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional, também responsável pelos programas Restaurante Popular e Banco de Alimentos. Estes dois programas são abastecidos com os produtos da compra direta de alimentos, possibilitando alimentação saudável aos usuários dos programas sociais, bem como à população que se alimenta no Restaurante Popular. [Sara Ribeiro – ASCOM]