12/22/2015

Agricultura avança na gestão do prefeito Madeira

O secretário municipal de Agricultura, Abastecimento e Produção (Seaap) José Fernandes Dantas, considera positivo o trabalho realizado esse ano pela Prefeitura de Imperatriz em parceria com o Governo do Maranhão por meio da Secretaria de Estado da Agricultura e Pecuária (Sagrima). Ele diz que os convênios celebrados estão, gradativamente, avançando neste novo governo, visando beneficiar os pequenos e médios produtores rurais do sudoeste do Maranhão.
“Esse tem sido um ano de implantação de novos projetos, inclusive com muita dificuldade devido à crise financeira, como é o caso do atraso ocorrido na distribuição das sementes de arroz, feijão, milho e de hortaliças”, disse ele, que culmina também com o atraso do período invernoso na região Tocantina.
Ele observa que a distribuição de sementes iniciada ainda nesta segunda quinzena desse mês de dezembro não prejudicará os pequenos agricultores por conta da escassez do período chuvoso. O primeiro lote de sementes é de feijão, milho, arroz e hortaliça.
O secretário conta que o município deve ser atendido pelo governo estadual com 20 toneladas de sementes selecionadas, embora a previsão era para ser uma quantidade bem mais superior. “Alguns produtores resolveram fazer aquisição particular de sementes devido ao atraso na distribuição, chegando a pagar R$ 380,00 no saco de 20 quilos, sendo um sacrifício ao pequeno produtor rural do nosso município”, acrescenta.
AVANÇO – 
Ele avalia que o município avançou muito nestes últimos anos beneficiando mais de 600 produtores rurais com ações de correção da terra, inclusive com quatro patrulhas agrícolas que atendem os agricultores das regiões dos povoados de Petrolina e Coquelândia. Também foram contemplados os produtores rurais situados em localidades que ficam nas proximidades da BR-010.

“A quantidade de terra aradada não é somente para sustentabilidade das famílias, mas para terem uma renda extra para comercializarem seus produtores, contribuindo para o aumento da produção no município de Imperatriz”, frisa. [Eva Fernandes - ASCOM]