1/09/2016

Crianças em situação de risco vão ser inseridas no Programa Força no Esporte: O programa é uma parceria do Exército, Prefeitura e Vara da Infância


            O novo comandante do 50º Batalhão de Infantaria de Selva (50 BIS), Tenente-Coronel Roberto Furtado, fez uma visita de cortesia ao prefeito Sebastião Madeira, em seu gabinete, quando aproveitou para se apresentar, oficialmente, como comandante da unidade do Exército, em Imperatriz, bem como, tratar das parcerias, que vem sendo mantidas entre as duas instituições.

            Roberto Furtado apresentou ao chefe do executivo municipal, minuta do Programa Forças no Esporte (PROFESP), do Governo Federal, por intermédio do Ministério da Defesa e Ministério dos Esportes. O PROFESP, de acordo com o comandante, faz parte do Programa Segundo Tempo, criado em 2003, e tem como objetivo ajudar a melhorar a qualidade de vida de crianças e adolescentes carentes do Brasil.

            O programa promove a inclusão social por meio da prática de esportes, numa parceria entre os Ministérios da Defesa e do Esporte, com as prefeituras interessadas. As crianças e adolescentes têm a oportunidade de praticar esportes, assistir aulas de reforço escolar, direito a atendimento médico, alimentação e uniformes.

            Ainda de acordo com o comandante Roberto Furtado, essas atividades são desenvolvidas três vezes por semana por militares e profissionais especializados, no período da manhã e da tarde. O compromisso é demonstrar na prática, o poder de cada indivíduo na transformação e na melhoria do bem-estar coletivo, propiciando a integração entre as Forças Armadas e a comunidade.

            O prefeito Sebastião Madeira que sempre demonstrou preocupação com as crianças e adolescentes do município, principalmente com as que se encontram em situação de risco, abraçou de imediatamente a causa e agradeceu o comandante Roberto Furtado, por apresentar esse programa que certamente vai colaborar com centenas de famílias carentes, cujas crianças necessitam desse benefício.

            De imediato, Madeira acionou o juiz da Vara da Infância e Juventude, Delvan Tavares, outro que defende ardentemente essa causa, para firmar parceria ao PROFESP. Ficou então definido a parceria envolvendo Exército, Prefeitura de Imperatriz e Vara da Infância e Juventude para atender, inicialmente, 60 alunos, na faixa etária de 9 a 14 anos.

(Domingos Cezar/ASCOM)