3/03/2016

Divulgado novo balanço de assaltos a ônibus em São Luís


Como parte das atividades mensais, o Sindicato dos Rodoviários do Maranhão, divulga relatório com registro de assaltos referentes ao mês de fevereiro de 2016.

Nos 29 dias do segundo mês do ano, foram 21 assaltos a coletivos contabilizados na grande São Luís. Os números são bem inferiores, que o observado nos últimos meses, principalmente, em Outubro, Novembro e Dezembro de 2015, situação caótica que resultou em trabalhadores e usuários com medo de utilizarem o transporte público na capital.

Em Janeiro ocorreram 66 assaltos a ônibus, agora em Fevereiro a soma de registros não alcança nem um terço do resultado observado no primeiro mês do ano.

Mesmo com essa redução significativa, os locais com maior índice de assaltos a ônibus prevalecem na preferência dos criminosos. Em Fevereiro as áreas com maior ocorrência foram: Avenida Jerônimo de Albuquerque (nas proximidades do Hospital São Domingos) e a Avenida Getulio Vargas (entre o Canto da Fabril e o Hospital Aldenora Belo), com pelo menos três assaltos em cada uma dessas áreas. Em seguida está a BR 135 (altura da Vila Funil), com duas ações criminosas registradas. Ainda aprecem nessa lista as avenidas Castelo Branco, Daniel de La Touche e dos Franceses.


“Não podemos deixar de destacar o empenho das policias civil e militar, que com as forças integradas obtiveram resultados positivos, no que se refere ao combate a assaltos a ônibus. As estatísticas ainda não são as ideais, já que nossa intenção é zerar qualquer tipo de situação que possa colocar em risco a vida de trabalhadores e usuários, mas diante dos transtornos enfrentados nos últimos meses, essa redução já é sinônimo de alívio. O trabalho não pode parar. Nos próximos dias iremos nos reunir novamente com a Secretaria de Segurança Pública no sentido de avaliar as atividades operacionais das polícias e pensar em novas estratégias para por atrás das grades, quem ainda prática esse tipo de ação criminosa em São Luís”, avalia Isaias Castelo Branco, Presidente do Sindicato dos Rodoviários do Maranhão.