6/19/2016

VILA JOAO XXIII: 42 anos de amor ao próximo



No início da década de 1970 a  convite do então bispo da Diocese deCarolina,  Dom Marcelino Bícego,   a freira  Giuliana Vila, da Ordem Franciscana,  deixou a região da Lombardia,  na Itália,  para vir a  Imperatriz participar da experiência de comandar uma casa  destinada a abrigar, e   tratar doentes do mal de hansen,  grande parte  deles abandonados pela família. Nascia, assim, a Vila João XXIII.

“A experiência  já dura42 anos”.

A religiosa  lembra que  aquele centro, construído numa  área de seis mil metros quadrados,  no início da Estrada do Arroz, já não abriga somente os doentes de hanseníase, { uma vez que  o tratamento do mal avançou bastante} mas muitos idosos  em situação de abandono e,  outros  que  ao longo dos anos, já tratados, foram desprezados
pelas famílias . 

Ao todo são 33 abrigados.


VEJA A ENTREVISTA.