3/10/2017

Classe política esquece divergências e se une em defesa de Imperatriz


Os registros fotográficos distribuídos à exaustão nas redes sociais nos últimos dias revelam que a classe política do Maranhão, pelo menos por algumas horas, deixou de lado as divergências  partidárias e os interesses pessoais para se debruçar sobre uma pauta comum , na capital federal, a favor de Imperatriz.

Junto aos políticos um grupo de empresários filiados à Associação Comercial e Industrial  também reforçou a “caravana a Brasília”  pela reabertura   no solo da cidade que é o  “Portal da Amazônia” de agências bancárias e da representação da Procuradoria Geral da Fazenda Nacional.


A iniciativa da caravana foi do deputado Marco Aurélio ( PC do B) , mas esta também contou com participação do seu colega de parlamento o  deputado Léo Cunha (PSC). Foram agendadas várias reuniões  com autoridades da República com o objetivo de reverter o fechamento das agencias do Banco do Brasil (Praça da Cultura)  e do Banco do Nordeste bem como   da Seccional da Fazenda Pública.

Além dos encontros específicos, conforme o  deputado Marco Aurélio,   foram cumpridas agendas com o senador Edison Lobão e uma ampliada com a bancada  parlamentar do Maranhão havendo ali um comprometimento geral com as causas apresentadas.

O ex-prefeito de Imperatriz Sebastião Madeira (PSDB) que já estava em Brasília ,e o atual Assis Ramos (PMDB) que cumpria uma agenda paralela no Planalto, reforçaram o grupo  dos representantes da cidade composto ainda pelos vereador Carlos Hermes (Pc do B) e Fábio Hernandes (PSC), o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico,  Eduardo Souza e o presidente da Associação Comercial e Industrial de Imperatriz Hélio Rodrigues que comandou um grupo de associados,  e ainda pelo empresário  e ex-candidato a prefeito Ribinha Cunha (PSC)

A Associação Pelo Desenvolvimento da Região Tocantina e do Maranhão do Sul, foi representada na  caravana pelo sócio fundador  o empresário Atenágoras  Batista.

“A união de forças da cidade e da região e a luta representam o caminho para revertermos esse retrocesso para nossa cidade” escreveu  numa rede social o deputado Marco Aurélio.

Já o deputado Léo Cunha fez na Tribuna da Assembleia   um resumo  da viagem a Brasília reiterando os danos que Imperatriz começou a sofrer com fechamento das agências bancárias e da Seccional da Fazenda Nacional.

A avaliação dos encontros é  considerada positiva pelos participantes.   Por tudo que foi conversado,  pelas propostas apresentadas pela força que Imperatriz demonstrou,  acredita-se que a situação que motivou a ida do grupo até a Brasília será revertida.