7/28/2017

Blitz conscientiza sobre os cuidados no trânsito no “dia do Motociclista”


Alto índice de acidentes serve de alerta para ações educativas

Motoristas e motociclistas que passaram, na quinta-feira (27), pela Avenida Dorgival Pinheiro de Sousa, no Centro, participaram da blitz educativa promovida pela Prefeitura de Imperatriz, através da Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes (Setran). Ação resultou na distribuição de panfletos, adesivos, exibição de cartazes e orientações aos condutores.

A atividade, para o secretário Leandro Braga, é importante na conscientização dos motoristas. “Infelizmente, ainda é considerado elevado o número de acidentes, lesões e mortes no trânsito em todo país, porém, entendemos que a massificação das campanhas educativas e a fiscalização ajudam a reduzir esses índices perigosos” – destacou. A iniciativa teve a parceria do Detran/MA, SAMU, SEST/SENAT,  Motoca, Polícia Militar, Cerest e a Escola Santa Teresinha.

Ele enfatizou que é indispensável respeitar o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), que proíbe, entre outras, o uso do celular com aplicação de falta gravíssima e multa correspondente a R$ 293,47.

Durante a blitz, alunos participaram e divulgaram o projeto “Não Arrisque”, que alerta sobre o uso do celular e coloca em risco a vida dos condutores e pedestres. Os estudantes do 7º ano da Escola Santa Teresinha representarão Imperatriz em seminário na Argentina, com a apresentação da iniciativa. “O motorista não pode dirigir e, ao mesmo tempo, falar ao celular, pelos prejuízos que podem causar à sociedade, pois as consequências de um acidente afetam indiretamente o cidadão que paga através dos impostos os gastos dos serviços de saúde e a manutenção de prisões” – reforçou a aluna Dulce Maria Freitas.

O coordenador de enfermagem do SAMU, Alexandro Santos, afirmou que a mobilização também é realizada com panfletagens e palestras em escolas, instituições e empresas.
A blitz comemorou, ainda, os Dias do Motorista e do Motociclista, lembrados dias 25 e 27 de julho, respectivamente.
Gil Carvalho – Ascom/PMI