1/06/2012

Prefeitura construirá, em parceria com o Governo do Estado, mais uma ponte de concreto armado


A do bairro da Caema  é a próxima

Os três anos da gestão do prefeito Sebastião Madeira foram marcados pela substituição das antigas pontes de madeira pelas pontes armadas em concreto, com passarelas destinadas a ciclistas e pedestres. A maioria dessas pontes encontrava-se em estado de abandono. Algumas já haviam até sido incendiadas em função da revolta da população.

Desta forma, o titular da Secretaria de Infraestrutura e Serviços Públicos (Sinfra), engenheiro Roberto Vasconcelos Alencar, atendendo determinação do prefeito Sebastião Madeira, começou obras de importantes pontes, como uma sobre o Riacho do Meio, na Rua Coronel Bandeira, ligando o centro da cidade com o bairro do Bacuri.
Outra importante ponte de madeira sobre o riacho Bacuri que foi construída em concreto armado  trata-se de uma sobre o citado riacho, situada na Rua Godofredo Viana, que também liga o centro da cidade com o populoso bairro do Bacuri. As pontes com suas passarelas foram entregues à população no mês de dezembro passado.

Para a dona de casa, Nazaré Melo, 41, residente na Rua Euclides da Cunha, nas proximidades das duas pontes garante que a construção de ambas deu nova visão panorâmica tanto na área da Rua Coronel Manoel Bandeira, quanto na Rua Godofredo Viana. “Além do mais, isso veio aumentar o valor de nossas casas no mercado imobiliário”, observa.

Ponte da Caema

Agora, o governo municipal informou, por intermédio do secretário Roberto Alencar, que a Prefeitura tem agora como meta a construção de uma ponte sobre o riacho Bacuri, na confluência do Riacho do Meio, substituindo a velha e desgastada ponte de madeira que liga o centro da cidade com o bairro da Caema e Porto das Balsas, via rua Nova.

As pontes da Coronel, da Godofredo Viana e, agora  da Caema são parcerias com o Governo do Estado do Maranhão por intermédio de recursos ao Orçamento do Estado indicados pelo deputado federal Davi Júnior.

O anúncio do secretário encheu de satisfação os moradores daquela redondeza, que há muito tempo esperam por isso. De acordo com o autônomo Raimundo Alves Sousa do Nascimento, 48, a futura obra trará uma enorme contribuição para o povo da localidade, “não apenas no que diz respeito à questão da infraestrutura, mas também em função da nossa segurança”.

O morador explica que as viaturas da polícia, bem como outros veículos, têm muita dificuldade para trafegar sobre a velha ponte, o que de certa forma beneficia com a ação dos marginais. “Como todos sabem, somente esta semana aconteceram dois crimes neste bairro e a construção de uma ponte de cimento, bem como a recuperação de algumas ruas vão trazer mais tranqüilidade e segurança aos moradores”, conclui Nascimento. (Comunicação)