3/01/2012

É preciso chegar....Crônica de uma missão.


A viagem foi longa e cansativa. Singrei por rios  e mares. Em alguns momentos, pensando que não conseguiria pensei  até em desistir da  minha jornada natural..
Graças a Deus desisti de desistir. Precisava prosseguir, chegar logo e cumprir com meu mister.
De longe, já feliz por ter  conseguido chegar, comecei a procurar pelo melhor lugar. Voei,  voei e não encontrei nenhuma árvore;  uma pena.
O jeito foi mesmo pousar numa antena de TV e cumprir logo com  um dos deveres   que a natureza me deu: cantar.  Estava bem aninado.
Nesta manhã escolhi minha melhor nota, só não
não tive muita sorte:   só uma  pessoa me ouviu.
Quem sabe amanhã outras venham me ouvir.